Categoria "cursos"
27 jun 2018

Voluntários mineiros: os inconfidentes da atualidade

liga2

Enquanto alguns ganham milhões para fazer quase nada em prol da população, muitos ganham nada para salvar vidas, para encantar a existência do outro. No Brasil, segundo dados da pesquisa Pnad Contínua, divulgados pelo IBGE, 6,5 milhões de pessoas exerceram algum tipo de trabalho voluntário em 2016. Esse grupo corresponde a 3,9% da população acima de 14 anos. As regiões Norte e Sul apresentaram as maiores taxas de participação voluntária.

Pela classificação do IBGE, o trabalho voluntário pode ocorrer de forma individual, desenvolvido diretamente para outros domicílios, ou por meio de organizações, como, por exemplo, instituições sem fins lucrativos, entidades governamentais e empresas privadas. Além disso, as atividades de voluntariado podem ser feitas para beneficiar uma grande variedade de organizações e causas: pessoas, meio ambiente, animais e a comunidade em geral.

Os leitores do blog Saúde do Meio já sabem que sou fã dessa gente grande, que exala o perfume de Deus. “Ver a bondade é estar acordado ao Senhor”. Durante minha trajetória como jornalista, conheci pessoas que merecem os nossos mais sinceros aplausos de gratidão. Se eu pudesse fazer um pedido ao futuro governador de Minas Gerais, diria: os voluntários são os verdadeiros merecedores da Medalha da Inconfidência Mineira.

Conheci trabalhos que me emocionam, como: Liga da Justiça;  Quinta do Bem da jornalista Flávia Freitas de Betim; Voluntárias da Santa Casa de Lagoa Santa; Capoeira adaptada para pessoas com necessidades especiais do jovem Bráulio de Vespasiano… E tantos outros que me ensinaram a ser mais humana.

Governo lança Prêmio Nacional de Voluntariado 2018

O Programa Nacional de Voluntariado do governo federal irá premiar, neste ano, oito iniciativas de voluntariado que estão transformando o país. Organizações da sociedade civil sem fins lucrativos, organizações públicas e empresas privadas que desenvolvam atividades de voluntariados podem participar da seleção em quatro categorias:

Organizações da Sociedade Civil
Voluntariado Empresarial
Voluntariado no Setor Público
Líder voluntário

As inscrições devem ser feitas até 29 de junho. Mais informações no site Viva Voluntário.

Assessoria de Comunicação Social do MDIC

(61) 2027-7190 e 2027-7198
imprensa@mdic.gov.br

 

Veja só um pouquinho do trabalho do capoeirista Bráulio Alves – realizado na Escola Municipal Vovó Mariquita de Vespasiano. Grande Bráulio!

26 jun 2018

Santa Casa de BH oferece treinamento de suporte básico de vida

Arquivado em Cidade, Comportamento, cursos

Suporte Básico de Vida

No dia 7 de julho, a Escola Técnica Santa Casa BH realizará o Treinamento de Suporte Básico de Vida (BLS). A capacitação tem oito horas de duração e trata do reconhecimento e tratamento dos sintomas cardíacos e respiratórios no ambiente pré-hospitalar, incluindo a ressuscitação cardiopulmonar (RCP) e a desfibrilação. Com ênfase na prática, o curso é ministrado em manequins especialmente desenvolvidos para o ensino das técnicas de reanimação cardiopulmonar. O treinamento é direcionado para alunos e técnicos de enfermagem, profissionais e acadêmicos da saúde e varia de R$ 100 a R$ 110. Inscrições pelo santacasabh.org.br e informações pelos telefones (31) 3238-8601 e 3238-8672.

21 maio 2018

Educação a distância em saúde será discutida na Assembleia Legislativa

Arquivado em Comportamento, cursos

 

ensino

A Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) irá debater a educação a distância (EAD) em cursos de graduação na área de saúde. Reunião com esse objetivo está agendada para esta terça-feira (22/5/18), às 14h30, no Plenarinho IV. O requerimento para sua realização é do deputado Ivair Nogueira (PMDB).

Segundo o parlamentar, a justificativa para a reunião é o aumento dos cursos da área de saúde, como enfermagem, totalmente disponibilizados por meio da internet. A possibilidade de instituições de ensino superior ofertarem tais cursos veio em virtude do Decreto Federal 9.057/17.

“O EAD é conhecido por ter democratizado o acesso à educação superior no País, obtendo muitos resultados positivos na última década. Todavia, há uma forte tendência à substituição dos cursos presenciais por cursos a distância, especialmente em áreas que demandam contato com o objeto estudado”, afirmou Ivair Nogueira. O temor é que a qualidade da formação profissional seja prejudicada.

O parlamentar aponta em seu requerimento que o Projeto de Decreto Legislativo 733/2017, do deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP), pretende suspender os efeitos da Portaria n° 11/2017, do Ministério da Educação, que regulamenta o decreto federal sobre o ensino a distância.

Ivair Nogueira também menciona que na Assembleia Legislativa de São Paulo existe um projeto de lei para proibir os cursos de graduação a distância na área da saúde. “Conselhos profissionais e entidades de classe buscam apoio das Casas Legislativas para debater o assunto e encaminhar propostas que visem a equilibrar a oferta de cursos a distância, sem comprometer a qualidade do ensino”, declarou o deputado.

Na ALMG já houve discussões dessa natureza. Em audiência pública da Comissão de Saúde realizada em 15 de maio deste ano, enfermeiros posicionaram-se de forma contrária a essa modalidade de ensino. Nessa mesma reunião, a Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed) argumentou que o EAD é um fator importante para formação profissional em todo o mundo e que países como China e Índia já possuem cerca de 100 milhões de estudantes nessa modalidade.

Entre os convidados para a audiência desta terça estão o secretário de Estado de Educação em exercício, Wieland Silberschneider; o secretário de Educação Superior do Ministério da Educação, Paulo Barone; e o conselheiro do Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais, Victor Hugo de Melo.

Crédito: Assembleia Legislativa de Minas Gerais

Página 1 de 41234