31 jan 2018

Evitar o abuso do álcool e consumir proteína antes de beber ajudam o folião nos dias de Carnaval

álcool

De acordo com uma recente pesquisa divulgada no Relatório Global sobre Álcool e Saúde, da Organização Mundial de Saúde (OMS), o consumo de álcool per capita no Brasil é de 8,7L, superior à média mundial, de 6,2L. Este consumo é consideravelmente potencializado por períodos festivos, como em uma das festas mais animadas do ano, o carnaval. A folia é marcada por uma maior aceitação do exagero de álcool no país, levando muitas pessoas ao abuso.

Dr. Lucas Penchel“O excesso de álcool pode ter muitas consequências ruins além da ressaca: acidentes causados por pessoas que bebem e dirigem, sexo sem proteção e agressividade e participação em brigas são alguns dos problemas motivados pelo consumo exagerado. Ademais, boa hidratação e alimentação são indispensáveis para manter a saúde e o bom funcionamento do corpo durante o período, que costuma ser desgastante”, explica Dr. Lucas Penchel, médico e nutrólogo. O profissional dá algumas dicas importantes para aproveitar a folia com saúde e muita energia:

1- O consumo de álcool deve ser moderado e nunca com o estômago vazio. O ideal é dar preferência às proteínas antes de beber, pois, elas promovem a saciedade e controle do apetite;

2- Como o álcool estimula a pessoa a ir ao banheiro mais vezes (principalmente a cerveja), é imprescindível a ingestão de líquidos hidratantes como água, sucos naturais ou água de coco. Se a pessoa estiver exposta ao sol e às altas temperaturas, este consumo deve ser maior ainda. Nestas condições, o ideal é beber cerca de 500ml de água por hora. Se a água for gelada, melhor, pois ela ajuda no controle da temperatura corporal. Evitar refrigerantes, pois eles têm baixa capacidade de hidratação;

3- A ressaca é causada pela desidratação somada à intoxicação pelo álcool. Por isto, hidratar durante a ingestão do mesmo pode reduzir ou até mesmo evitar a ressaca;

4- A alimentação deve ser leve e colorida. Carboidratos darão energia para curtir a festa e as verduras e os legumes garantirão a nutrição, além de auxiliar na hidratação, pois possuem grande quantidade de água. O ideal é optar por carnes magras, como frango ou peixe. Evitar frituras, alimentos gordurosos, enlatados e em conserva;

5- Para manter o pique ao longo do dia, é importante alimentar-se bem. Frutas, barrinhas de cereal ou mix de oleaginosas são práticos e funcionais. Sempre dar preferência a alimentos in natura, orgânicos;

6- Tomar café, banho gelado, ir para a sauna ou correr não são remédios contra o consumo de álcool. Os dois últimos, inclusive, podem desidratar ainda mais, causando tonteira, fadiga, hipoglicemia e câimbra. Ter uma boa noite de sono é fundamental para recarregar as energias para o próximo dia. Mesmo durante o repouso, a alimentação e a hidratação devem se manter no mesmo padrão, pois ajudam a acelerar o processo de recuperação do corpo e repor o que foi eliminado na urina. O café é estimulante e não deve ser utilizado em um período que o corpo “pede” descanso;

7- É importante lembrar que o tipo de bebida não evita a intoxicação pelo álcool, mas sim a quantidade consumida. Grandes quantidades de bebidas com pouco teor alcoólico equivalem a pequenas quantidades de bebidas com maior teor alcoólico. Da mesma forma, não é a mistura de bebidas leva à embriaguez e sim a quantidade ingerida;

8 – Para quem deseja evitar o ganho de peso, evitar comer e beber ao mesmo tempo e dar preferência à ingestão de vinho, saquê ou caip’s (sem açúcar);

9- Mulheres grávidas ou que estão amamentando, menores de idade, pessoas que realizam atividades que envolvam risco, que fazem uso de medicamentos que interagem com o álcool ou apresentam problemas de saúde que podem ser agravados por ele, NÃO DEVEM BEBER!

 

27 jan 2016

Bloco Bolinha Preta inova com programação para grávidas e bebês

Arquivado em Comportamento
Dança Materna 04 - Cópia - Cópia - Cópia

Divulgação

Dança materna, brincadeiras musicais em ritmo de samba, marchinha carnavalesca e baladinha eletrônica para famílias com crianças de todas as idades

Abram alas para o Bloco da Bolinha Preta, que chega inovando com uma programação divertida, que une música e afeto para os foliões que querem aproveitar o carnaval de rua da capital com os filhos. Inclusive gestantes e bebês são muito bem-vindos. A folia vai ser no dia 06/02, das 14h às 18h, na Rua Orange, em frente à casa de número 30, no bairro São Pedro, região Centro-Sul de Belo Horizonte. O local é a futura sede da Aldeia Jabuticaba, casa de brincadeiras que abrirá suas portas no mês maio para oferecer atividades para crianças de zero a seis anos e suas famílias.

A Aldeia Jabuticaba vai transformar a rua num espaço de dança, brincadeiras e piquenique para os minifoliões se divertirem de forma segura e criativa, com muita alegria e samba nos pezinhos.

Uma aula especial da Dança Materna, no ritmo das tradicionais marchinhas, vai abrir a folia incentivando o carinho entre pais e filhos. Na sequência, a Cia Pé de Moleque  ensinará a fazer máscaras e balangandã para agitar o “Bailinho de Carnaval”, momento especial em que o grupo irá lançar a marchinha do Bloco da Bolinha Preta, criada pelo grupo Cantarolê (letra e áudio em anexo).

Para fechar o embalo, o ritmo dos tambores sede espaço para a dance music. O Dj Robinho entra em cena, assume as pick-ups e põe todo mundo para curtir a baladinha  Carnaboogie.

Para os organizadores do Bloco da Bolinha Preta sugerem que as famílias levem água, lanche e suco, para garantir a energia e alegria dos foliões. No local vai ter uma área para piquenique e serão vendidos picolés e frutas, para alimentar, hidratar e refrescar os foliões de forma bem saudável.

Veja a programação completa do Bloco da Bolinha Preta e seus parceiros:

14 às 15h – Dança Materna – Ludmila Yarassu-Kai, professora licenciada e mentora da Dança Materna. Para gestantes, mães e pais com bebês de colo e engatinhantes.

15 às 17h – Oficinas de construção de balangandã e máscaras de carnaval, brincadeiras musicais de tradição popular e “Bailinho de Carnaval” – Cia Pé de Moleque – músicas dos grupos Palavra Cantada, Tiquequê, autorais, entre outras regionais e marchinhas de Carnaval

17 às 18h – Carnaboogie – Dance Music com DJ Robinho

14 às 18h – Área de piquenique – Apoio: Festa Piquenique BH.

Venda de lanchinhos saudáveis: Bike Picolé da Floresta e Frutas De Balaio.

Serviço:

Bloco da Bolinha Preta

Rua Orange, bairro São Pedro, Belo Horizonte, em frente à casa de número 30

Sábado, 6 de fevereiro, das 14h às 18h

Atividades gratuitas

Sobre a Aldeia Jabuticaba

Um lugar de resgate das brincadeiras de quintal, onde crianças podem escolher do que querem brincar livremente, fazer descobertas e ter experiências diferentes de sua rotina. Um local que valoriza o estar junto, em que pais e filhos podem participar de inúmeras atividades que contribuam para a formação da autonomia e desenvolvimento integral dos pequenos. Tudo isso sem agendamento prévio e matrícula, apenas por meio de pacotes diários, semanais ou mensais, que atendam às necessidades da família. Assim será a Aldeia Jabuticaba, um lugar de brincadeiras dedicado às crianças de zero a seis anos e familiares, onde serão realizadas oficinas de artes plásticas, culinária, musicalização, jardinagem e dança, entre outras.

A preocupação com a primeira infância é o foco da Aldeia Jabuticaba, por isso irá oferecer cursos sobre o assunto, consultoria para criação, montagem e acompanhamento de espaços de brincar. Em breve haverá também um espaço para festas infantis. A Aldeia Jabuticaba será inaugurada no mês de maio, com sede na Rua Orange, 30, bairro São Pedro, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Mais informações:

https://www.facebook.com/events/175203382828523/

https://www.facebook.com/aldeiajabuticaba/?fref=ts

26 jan 2016

Carnaval de BH vai pegar fogo com os bailinhos noturnos

Arquivado em Comportamento
Baile da Teresa

Divulgação

A partir deste ano o carnaval de Belo Horizonte ganha um reforço. O Bailinho FERVEU é um conjunto de festas temáticas, noturnas, com conceito e conteúdo cultural ligados ao Carnaval. O evento, composto por quatro edições, fará uma releitura dos tradicionais Bailes de Carnaval. Além de valorizar a cena local o FERVEU trará atrações da Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo e Pernambuco, sugerindo uma viagem musical. As datas já estão confirmadas – 29 de janeiro, 05, 09 e 12 de fevereiro e o lugar já foi definido. Será no Music Hall (Avenida do Contorno, 3239, bairro Santa Efigênia), tradicional casa de shows da cidade.

Em cada um dos quatro bailinhos – FERVEU na Folia, FERVEU no Balanço, FERVEU no Swing e FERVEU na Ressaca– haverá um bloco local, mais uma atração nacional e mais DJs de festas consagradas. Irão participar a Banda Eddie (PE); a Orquestra Voadora (RJ); a tradicionalíssima Bamdamel (BA) e o Baile do Simonal, com Max de Castro e Simoninha (SP).  A folia de BH será representada pelas bandas dos blocos Baianas Ozadas, Chama o Síndico, Então Brilha, Bloquinho e pela Orquestra Mineira do Brega. Para finalizar, DJs que fazem o som nas festas Geleia Geral, Baile da Teresa, Original Sundays e Sexta Básica colocarão mais tempero na fervura.

Carnaval em franca expansão  – Atualmente, em Belo Horizonte, mais de 200 blocos integram a cena do carnaval e foram eles que, em 2015, levaram cerca de 1,5 milhão de pessoas às ruas. Essa multidão movimentou o comércio, a hotelaria e toda a infraestrutura turística que envolve a festa. A Belotur estima que cerca de 30% deles vieram de outras cidades.  A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL – MG) apostam que neste ano o Carnaval de Belo Horizonte irá crescer 30% se comparado ao evento de 2015.

Incentivo à cena local – Foi neste cenário que o Coletivo Boas Novas, – agência de comunicação multiplataforma – em parceria com a Varkus Eventos e produtores culturais, criaram o Bailinho FERVEU, um conjunto de festas noturnas, temáticas, que irão misturar atrações nacionais com blocos locais e Djs consagrados. Adriano Perdigão, diretor de Planejamento do Coletivo, ressalta que as festas criam opções para os foliões. “O carnaval de BH tem a característica de ser diurno; festas à noite permitem que as pessoas tenham mais opções de programação. Isso é importante porque gera um calendário de atrações maior para a cidade”, garante Perdigão.

Geo Cardoso, produtor cultural, vocalista e um dos fundadores do Bloco Baianas Ozadas, aposta na resposta do público, hoje carente de ações que valorizem o Carnaval como manifestação da cultura afro-brasileira. “A opção pelas bandas, blocos e DJs foi feita com muito cuidado e irá valorizar ainda mais o carnaval da capital. Este caldeirão vai ferver com a mistura do novo maracatu da Banda Eddie, com a energia da Orquestra Voadora, combinada com o Axé original da Banda Mel e com o balanço de Max de Castro e de Simoninha”.

Programação:

29/01 – FERVEU na Folia – Bamdamel (BA), Baianas Ozadas e Djs da Festa “Baile da Teresa”

05/02 – FERVEU no Swing – Banda Eddie (PE), Chama o Síndico, Cordel em Prosa e DJs da Festa “Original Sundays”

09/02 – FERVEU no Balanço – Baile do Simonal (SP) com Max de Castro e Simoninha, Então Brilha e DJs da Festa “Sexta Básica”

12/02 – FERVEU na Ressaca – Orquestra Voadora (RJ), Orquestra Mineira do  Brega, Bailinho com Helton Martins, DJs da Festa “Geleia Geral”

Venda de convites – Os convites para os bailinhos já estão à venda e podem ser adquiridos nos sites www.bailinhoferveu.com.br e www.sympla.com.br