23 jan 2018

Cozinha Inteligente seleciona alunos para mais um curso

Arquivado em Cidade, Comportamento
cozinha 2
As inscrições para a quarta edição do Cozinha Inteligente já estão abertas. O curso, promovido pelo Servas, é direcionado a pessoas de baixa renda e forma auxiliar de cozinha especializados em aproveitamento integral de alimentos e destinação correta dos resíduos. Serão oferecidas 20 vagas.

Os interessados devem ser maiores de 18 anos e podem se inscrever no Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR), à avenida Belém, 40 – Pompéia, das 9h às 14h; ou na sede do Servas, à avenida Cristóvão Colombo, 683 – Funcionários, das 9h às 17h. No ato da inscrição, devem ser apresentadas cópias do comprovante de residência, diploma ou da declaração de conclusão do ensino fundamental 1 e identidade.

O início do curso será em 5 de fevereiro com conclusão marcada para o dia 18 de maio. O aluno receberá material didático, certificado de conclusão (desde que cumpra a carga horária e desenvolva as atividades propostas).

Transformação social por meio da gastronomia

Realizado em parceria com o Sesc e Senac, o projeto Cozinha Inteligente oferece curso de Auxiliar de Cozinha com ênfase em aproveitamento integral de alimentos e gestão de resíduos. Três edições já foram realizadas – em 2015, 2016 e 2017 – e formaram 60 profissionais.
O objetivo é formar, gratuitamente, profissionais de culinária com um diferencial para o mercado de trabalho. Dessa forma, o Cozinha Inteligente promove maior empregabilidade ao aluno egresso e agrega valor para indústria.

O curso tem um total de 272 horas/aula, o equivalente a aproximadamente três meses de duração e compreende quatro módulos: Gestão de Resíduos e Meio Ambiente, Técnicas de Auxiliar de Cozinha e Gastronomia, Aproveitamento Integral de Alimentos e curso básico de Empreendedorismo e Transição de Carreira.

Serviço:

Curso Cozinha Inteligente
Inscrições abertas
Locais: Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR)
Av. Belém, 40 – Pompéia

Das 9h às 14h
Servas
Av. Cristóvão Colombo 683 – Funcionários
Das 9h às 17h
Tel: 3349-2400
Crédito: SERVAS
16 ago 2017

Comemore o Dia do Pão de Queijo com uma receita vegana

Receita-Pao-de-Queijo-Vida-e-Saude

Amanhã (17/8) é dia de um dos quitutes mais tradicionais de Minas Gerais, o pão de queijo. Acompanhado com café, é difícil resistir tanto sabor, mas a moderação é sempre uma boa pedida. No entanto muita gente fica só na vontade, por conta de alguma restrição alimentar ou simplesmente por defender a causa animal. 🐷🐔🐶🐥🐰

Seus problemas acabaram!!! Segue uma deliciosa receita de pão de queijo – sem queijo e bem mais saudável. 😊

Receita: Portal ANDA – Agência Nacional de Direito Animal

Ingredientes

2 xícaras (de chá) bem cheias de mandioquinha (batata baroa) picada (cerca de 300g)
1 e 1/2 xícara (de chá) de polvilho doce
1/2 xícara (de chá) de polvilho azedo
1 colher (de chá) de fermento químico em pó
1/4 de xícara (de chá) de água
5 colheres (de sopa) de óleo
1 colher (de chá) de sal ou mais se preferir

Modo de preparo

Antes de tudo, cozinhe a mandioquinha. Em uma panela com água fervente, coloque a mandioquinha picada e deixe cozinhar até ficar macia (espete um garfo ou faca e ele deve atravessar com facilidade). Escorra bem e em seguida amasse bem com um garfo, até obter um purê uniforme. Reserve.

Pré-aqueça o forno a 210ºC. Em uma vasilha, coloque o polvilho doce, o polvilho azedo, o fermento químico em pó e misture.

 

HISTÓRIA DO PÃO DE QUEIJO 

Apesar de sua origem ser incerta, especula-se que o pão de queijo tenha nascido nas cozinhas de fazendas mineiras do século XVIII. Alguns pesquisadores dizem que a farinha branca demorava a chegar às fazendas e, quando finalmente chegava, estava com a qualidade comprometida. Assim, em substituição à farinha para o preparo da receita, foi incorporado o polvilho, fato que culminou no pão de queijo que conhecemos hoje.