02 out 2017

Minas Trend 2017: “Amigas do Peito” alertam sobre a prevenção do câncer de mama

Arquivado em Cidade, Comportamento, saúde

Carmelita

“Se você quer vestir a roupa que ela veste, porque não fazer o exame que ela faz ?”

Instalação do fotógrafo Márcio Rodrigues estará no Minas Trend 2017; objetivo é alertar e fazer uma provocação às mulheres sobre a importância da mamografia para aumentar as chances de cura do câncer de mama.

“Se você quer usar o shampoo que ela usa, porque não fazer o exame que ela faz?”. “Se vc quer vestir a roupa que ela veste, porque não fazer o exame que ela faz ?”

Essa é a provocação da instalação “Minhas amigas do Peito”, criada pelo fotógrafo Márcio Rodrigues em homenagem ao Outubro Rosa e que poderá ser vista no Minas Trend 2017. A instalação é formada por fotografias de modelos famosas, que posavam para o fotógrafo sempre que terminavam o trabalho do dia. Enquanto esperava o táxi que iria levá-la ao aeroporto, Márcio montava uma luz e fazia um retrato para postar no Instagram. Com o tempo, todas que chegavam para o job do dia, passaram a pedir para serem fotografadas para o “After Job”, nome do projeto que originou a instalação.

Inspirado no trabalho do também fotógrafo Bob Wolfenson, que na década de oitenta tinha um projeto chamado “Amigas do Peito”, Márcio começou a fotografar as modelos de seios de fora como contribuição à campanha Outubro Rosa, de Prevenção ao Câncer de Mama. Há dois anos passou a postá-las no Instagram, com uma tarja rosa cobrindo os mamilos e um texto de alerta sobre a importância da mamografia para o sucesso na cura dessa doença, que acomete mulheres de todo o mundo.

Com esse projeto, Márcio pretende chamar a atenção para o fato das mulheres serem “modelos” de tantos produtos. “ Se há tantas pessoas que se espelham nelas para o consumo de bens, por que não se espelhar nelas e passar a fazer a mamografia na faixa etária adequada? questiona ele. O grande mérito das imagens é retratar a confiança das modelos, todas importantes no mercado de moda brasileiro e internacional, que se expuseram confiantes em participar de um projeto social e de promoção da saúde. Muitas delas nunca haviam posado de seios à mostra.

O fotógrafo Márcio Rodrigues recebeu o apoio do ex-secretário estadual de Saúde e atual membro da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Antônio Jorge, que fez um apelo à organização do Minas Trend para que a instalação fizesse parte da programação oficial do evento, no que foi prontamente atendido. Junto a ela, cartilhas explicativas serão distribuídas durante o credenciamento dos participantes para que a informação correta, aliada à ação, consiga fazer com que as mulheres cuidem ainda mais da própria saúde. Prevenção nunca sai de moda!

OUTUBRO ROSA

Em sua décima edição, a campanha nacional Outubro Rosa visa conscientizar a sociedade sobre o enfrentamento do câncer de mama. Durante o mês, várias campanhas de prevenção são realizadas em todo país e vários prédios púbicos são iluminados com a cor rosa.

O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), a estimativa é de 60 mil novos casos por ano em mulheres cada vez mais jovens. Quanto mais cedo, porém, o diagnóstico, mais chances de cura. A entidade informa que, quando descoberto no início, há 95% de probabilidade de recuperação total.

28 out 2015

Tatuadora mineira cria projeto para atender transexuais e mulheres vítimas de câncer

Arquivado em Comportamento

renata2

Alguns encontros pelo Facebook são realmente sensacionais e fortalecem a rede do bem. Um deles foi com talentosa tatuadora mineira, Renata Espinelly, 29 anos e 5 anos de profissão.

Ela anunciou em sua página pessoal que vai realizar duas tatuagens por mês, gratuitamente, para mulheres que passaram por mastectomia (retirada dos seios) por conta do câncer de mama. Mas ainda tem notícia boa. Renata também irá tatuar homens transexuais que fizeram mastectomia e que desejam cobrir a cicatriz.

Adriana Santos: Como surgiu a iniciativa de tatuar mulheres que retiraram os seios?

Renata Espinelly: Sempre tive vontade de ajudar de alguma forma alguém com o que mais sei fazer: tatuar. Então quando entramos no Outubro Rosa tive a ideia de usar a tattoo pra ajudar as vitimas do câncer.

Adriana Santos: Como as mulheres interessada podem agendar a tatuagem?

Renata Espinelly: O Agendamento é só pessoalmente, mas elas podem me procurar através da minha pagina:
https://www.facebook.com/Renataespinellytattooink/?ref=hl ou no cel: (31) 98494-5788

Adriana Santos: Quais as tatuagens (modelos) mais pedidas pelas mulheres?

Renata Espinelly: Não existe a mais pedida. A escolha vai de cada gosto. cada cliente tem um gosto diferente.

Adriana Santos: Como surgiu a ideia de tatuar os transexuais?

Tenho amigos trans que passaram pela mastectomia e vi que não fica uma cicatriz legal. Então porque não ajuda-los também!

Adriana Santos: Como os interessados podem agendar uma tatuagem?

Renata Espinelly: O Agendamento é só pessoalmente, mas elas e eles podem me procurar por meio da minha pagina ou pelo cel: (31) 98494-5788

Adriana Santos: Quais os dias para o agendamento?

Renata Espinelly: O dia do agendamento vai depender da disponibilidade do cliente.

jaguar

renata

 

22 out 2015

Distribuição de senhas para realização gratuita de mamografias marca fim do Outubro Rosa

Arquivado em Comportamento

Outubro_Rosa_G
A Sociedade Brasileira de Mastologia-MG participará de uma manhã de conscientização e prevenção do câncer de mama no próximo domingo (25), na Praça JK, em Belo Horizonte. A programação do evento promovido pela ASPRECAM (Associação de Prevenção do Câncer de Mama na Mulher) inclui a distribuição de senhas para realização de mamografias e roda de conversa “Tem dúvida? Converse com especialistas!”, no qual médicos especialistas em cirurgia plástica, oncologia, mastologia e radiologia estarão disponíveis discutindo os principais mitos que envolvem a prevenção, diagnóstico e tratamento da doença.

O encontro será uma oportunidade de divulgar o “Projeto Dedicação”, que visa capacitar voluntários para apoiarem mulheres com diagnóstico de câncer de mama. Os voluntários vão atuar como orientadores, oferecendo apoio psicológico, acompanhamento no tratamento e orientações jurídicas para pessoas portadoras da enfermidade

No mês que se comemora o Outubro Rosa, a comunidade médica e a sociedade em geral estão empenhadas na conscientização do diagnóstico precoce e tratamento do câncer de mama. Para este ano, a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) lança o slogan “NENHUMA MULHER SEM MAMA”. O objetivo é alertar a população em relação à cirurgia da reconstrução mamária imediata, que não é vaidade, mas um direito das mulheres que passam pelo processo de mutilação devido ao tratamento da doença. Segundo a estimativa do Instituto Nacional do Câncer (INCA), quase 58 mil novos casos podem ser descobertos no Brasil em 2015.

SERVIÇO:

Data: 25/10/2015

Horário: 9h às 12h

Local: Praça JK, Belo Horizonte/MG