23 nov 2015

Anvisa libera registro de teste rápido de HIV para venda em farmácias

Arquivado em saúde, SUS
hiv

Creative Commons

Hoje mais de 140 mil brasileiros têm o HIV e não sabem. Para diminuir esse número, o Brasil vai contar com mais uma estratégia para ampliar o acesso ao diagnóstico do HIV. É que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) permitiu o registro de testes rápidos para triagem do vírus da aids que poderão ser feitos pelas próprias pessoas.

Os testes rápidos serão encontrados em farmácias, drogarias, postos de medicamentos, serviços de saúde e programas de saúde pública. E deverão conter informações claras que indiquem seu uso seguro e eficaz.

O resultado seja positivo ou negativo deverá ser confirmado por um serviço de saúde especializado em exames laboratoriais. Os responsáveis pelo teste deverá esclarecer também sobre a janela imunológica humana que é o intervalo de tempo entre a infecção pelo vírus e a produção de anticorpos no sangue.

O teste rápido não poderá ser utilizado no processo de seleção de doadores nos serviços de coleta de sangue. O Brasil passa a ser um dos poucos países a adotar o teste rápido.

Com informações: EBC

02 abr 2015

O Caminho do Meio

Arquivado em Uncategorized

espiritualidade-e-natureza

O blog “Saúde do Meio” é um espaço virtual de diálogo e de aproximação entre os dois campos do conhecimento: Saúde e Meio ambiente. É sempre bom lembrar que a saúde humana depende do equilíbrio dos ambientes, interno e externo. Nesse ponto de vista, faz sentido pensar na conservação dos rios, na qualidade do ar, na preservação das espécies em extinção, no reflorestamento dos biomas e na origem dos alimentos, como extensão dos nosso corpo físico/mental. O equilíbrio planetário é necessário para a qualidade da nossa existência.

A escolha pelo nome “Saúde do Meio” é uma referência ao “Caminho do meio”, filosofia budista que nos mostra o tanto que é danoso ficarmos presos aos extremos da vida, além de nos propor a ponderação de cada atitude, de cada pensamento diário, de cada sentimento. Isso faz muito sentido para a saúde humana, porque tanto os excessos quanto a escassez são responsáveis por várias doenças crônicas e degenerativas e pela destruição do meio ambiente por conta do consumo exagerado. Várias doenças são provocadas pelos desequilíbrio do meio ambiente. Com a falta de água em várias regiões do Brasil, por exemplo, o número de casos de dengue aumentou significativamente. Os agrotóxicos nos alimentos são responsáveis pelo aumento dos casos de câncer. O ar poluído provoca várias doenças respiratórias. Portanto, saúde humana está diretamente relacionada á saúde do planeta.

Espero colaborar com a reflexão por meio de reportagens, vídeos, notas, entrevistas, resenhas, interação pelas redes.

Sejam bem vindos!