Facebook Twitter Youtube Google+ Image Map
18 set 2015

75% das famílias brasileiras vacinaram seus pets nos últimos 12 meses

Arquivado em Animais, Direito Animal
Close-up of a Golden Retriever puppy sticking its tongue out

Imagem Google

O Brasil tem cerca de 70 milhões de cães e gatos interagindo diariamente com as famílias. De acordo com o IBGE,  44% dos lares brasileiros possuem pelo menos um cachorro e quase 18% das famílias convivem com gatos em casa.

A pesquisa do IBGE mostrou que 75% das famílias vacinaram todos os animais contra a raiva nos últimos 12 meses. A raiva é uma zoonose, doença transmitida entre os animais e o homem. Leishmaniose, febre amarela, leptospirose, tuberculose, dengue e toxoplasmose são outros exemplos.

É bom lembrar que o profissional de Medicina Veterinária é fundamental para que a relação entre humanos, pets e o ambiente onde vivem seja harmoniosa e saudável. O país conta atualmente mais de 142 mil médicos veterinários registrados. Deste total mais de 105 mil estão em atuação.

Assim como você, seu filhote peludo precisa ser vacinado e visitar o médico regularmente para conquistar uma vida longa e saudável. Os peludinhos idosos precisam de uma atenção ainda mais especial. O veterinário do seu pet é a melhor fonte de informações sobre cuidados especiais, alimentação e higiene.

Conversei sobre saúde animal, vacinação, alimentação, câncer, eutanásia e castração com o médico veterinário Dr. Mario Rennó, graduado em Medicina Veterinária pela Escola de Veterinária da UFMG em 2003. Especialista em Clínica Médica de Pequenos Animais (Residência Médico-Veterinária) Nível 1 em 2005 e Nível 2 em 2006 pela Escola de Veterinária da UFMG. Especialista em Ortopedia e Traumatologia de Pequenos animais pela Universidade de São Paulo (USP-SP). Área de atuação: Clínica Médica, Cirurgia Geral, Ortopedia, Anestesiologia, Radiologia Internação e Reprodução de Pequenos Animais. Facebook: Aqui

Dr-Mario (1)

Adriana Santos: Os animais domésticos estão vivendo mais. Mas ao mesmo tempo algumas antigas doenças continuam exigindo o sacrifício dos animais. Qual os motivos?

Mario Rennó: Algumas doenças antigas exigem a eutanásia de animais nos tempos de hoje devido a vários proprietários protelarem em os levarem para acompanhamento veterinário periódico, deixando dessa forma que patologias atinjam graus em que não possibilitem tratamentos. Além disso a falta de condições também atrapalha muito pois doenças como a cinomose que é de fácil controle pode se tornar fatal na falta de vacinação.

Adriana Santos: Qual o motivo do aumento no número de casos de câncer em animais?

Mario Rennó: O aumento da longevidade, a preocupação da capacitação do profissional e o avanço na tecnologia de meios diagnósticos

Adriana Santos: Quais os cuidados que os tutores devem ficar atentos no tratamento de animais oncológicos?

Mario Rennó: Cada caso oncológico exige um cuidado específico, como por exemplo, o manejo de medicações ministradas, o cuidado com excretas dos animais tratados, ter acompanhamento periódico do oncologista responsável, realização de exames necessários.

Adriana Santos: Os animais podem ficar deprimidos? O que fazer?

Mario Rennó: Sim. Os animais tem sentimentos e sofrem muito em determinadas situações como o abandono, castigos etc. O carinho, atenção e cuidados são essenciais para o bem estar de seu pet.

Adriana Santos: Animais que só se alimentam de ração são mais saudáveis?

Mario Rennó: A alimentação pode ser apenas com ração, ou também vegetais, frutas e proteínas de origem animal, o mais importante que seja balanceada e calculada por um profissional qualificado.

Adriana Santos: Alguns tutores vegetarianos estão optando por ração sem ingrediente animal e uma alimentação mais natural. O que acha?

Mario Rennó: A alimentação natural pode ser uma excelente opçao para seu animal, desde que balanceada e contenha os ingredientes necessários para saúde de seu pet. Alguns derivados de proteína animal são extremamente importantes para o bom funcionamento do organismo do animal, dessa forma é necessária presença destes, mesmo em pequenas porções. Nao é simplesmente oferecer frutas, vegetais e cortar derivados de proteína animal. A dieta deve ser formulada por um profissional.

Adriana Santos: Quais os cuidados que devemos ter quando os animais são criados dentro de casa?

Mario Rennó: Os animais criados dentro de casa precisam de enriquecimento ambiental, principalmente os felinos. Áreas separadas para alimentação, banheiro, recreação e descanso. Tomar cuidado com objetos jogados pela casa, lixos desprotegidos, janelas e portões abertos e se for ter um gatinho telas nas janelas!!

Adriana Santos: A castração deixa o animal mais submisso, alterando o comportamento. Isso é positivo para o animal?

Mario Rennó: A castração não deixa o animal mais submisso nem altera negativamente seu comportamento, pelo contrário, o procedimento traz muitos benefícios como controle populacional e prevenção de varias doenças.

Adriana Santos: A eutanásia animal no Brasil é feita de forma responsável ? Há abusos?

Mario Rennó: A eutanásia no Brasil as vezes é necessária em casos terminais ou que irão comprometer a qualidade de vida do animal, mas infelizmente ainda é feita de forma desrespeitosa e às vezes indiscriminada e desnecessária.

*************

Saiba mais.

Guia Brasileiro de Boas Práticas para a Eutanásia em Animais

Conselho Federal de Medicina Veterinária

Você deve estar logado para comentar.