Posts de Adriana Santos
13 maio 2020

Saiba como a hipnose pode ajudar nos relacionamentos entre casais na quarentena

Uma das principais reclamações em época de isolamento social tem sido a dificuldade para alguns casais lidarem com a convivência. O estresse do momento atual, aliado às diferenças de personalidade, pode se tornar um grande desafio. Um meio para lidar com isso é a hipnoterapia. “O que muita gente não sabe é que a hipnoterapia é uma das principais técnicas aliadas em terapias de casais. Para a quarentena ela pode ser ainda mais eficaz, agindo não só na vida conjugal, mas em outros aspectos que geram estresse durante o período de pandemia”, explica o hipnoterapeuta Thiago Porto.

O especialista garante que a hipnose pode ser utilizada para auxiliar na construção de bons relacionamentos e identificar quais são as dificuldades para manter a relação saudável. “O intuito da hipnose é agir no subconsciente para entender determinadas ações. Por exemplo, quando um casal se gosta, o que pode estar motivando tantos desentendimentos? Às vezes, ações ligadas a personalidade e crenças enraizadas em longo prazo podem passar despercebidas e causar conflitos desnecessários”, esclarece.

Hipnoterapia em casa

Como o momento é de isolamento, o recomendado é que todos permaneçam em casa. Uma boa alternativa para casais que sofrem com desentendimentos nesse período é a auto hipnose. “A técnica é segura, mas precisa ser feita com conhecimento. Por isso, o ideal é procurar um profissional que poderá explicar tudo através das plataformas digitais”, orienta.

Após passar pelo momento de aprendizado sobre a auto hipnose, Thiago comenta que o casal pode aplicar a técnica um no outro, ou cada um em si mesmo. “Com alguns comandos, é possível atingir um nível extremo de concentração, acessar o subconsciente e entender quais ações são gatilhos para desentendimentos e, dessa forma, com a ajuda do hipnoterapeuta, é possível reprogramar o subconsciente para auxiliar na resolução de tais conflitos”, completa.

 

DICA SAÚDE E LITERATURA: Saiba mais sobre como vivenciar relacionamentos saudáveis. O livro “Como viver um casamento perfeito” de Thiago Porto é uma boa dica de leitura. Thiago Porto, Hipnoterapeuta, Professor De Hipnose, Master Practitioner em PNL, Coach e Palestrante. É certificado pela OHTC – OMNI Hypnosis Training Center, membro da NGH – National Guild of Hypnosis e membro da IBHEC – International Board Of Hypnosis Education & Certification. 

Canal do Youtube Thiago Porto – AQUI

 

09 maio 2020

Jiló é um grande aliado contra o mau hálito

Arquivado em Uncategorized

Sou vegetariana há 8 anos. Foi uma das escolhas mais importantes da minha vida. Os motivos são vários: saúde renovada; amor ao meio ambiente; preocupação com a vida dos animais e uma vivência espiritual mais coerente com os princípios éticos planetários. Com o novo estilo de vida, minhas preferências alimentares mudaram. As carnes desapareceram e o sabor amargo do jiló entrou na minha vida com todo louvor. Que delícia!

Você sabia que o jiló é uma fruta? Sim, meus amores! O jiló é uma fruta, parente da berinjela, do pimentão e do tomate. Maravilha! São vários benefícios para manter a saúde em dia, mas algumas pessoas precisam ter cautela ao consumí-lo, por conta da quantidade de ferro.

O Jiló possui nutrientes como vitaminas A, C e do complexo B, minerais como cálcio, ferro, potássio, magnésio e fósforo, além de muitos flavonoides. Ajudar a emagrecer, é um dos principais benefícios, segundo muitos, porque o jiló é pouco calórico,  rico em água (aproximadamente 90% do alimento) e promove a sensação de saciedade.

Talvez poucas pessoas saibam, mas o jiló é um grande aliado contra o mau hálito, por conta do amarguinho característico do alimento. O consumo do jiló estimula as glândulas salivares que possui ação bactericida, colaborando para controlar o hálito desagradável.

04 maio 2020

Melhor morrer de vodca que de tédio!

Mais fragmentos pelos ares de uma quarentena que parece durar uma eternidade…

Os momentos de recolhimento são ideais para repensar velhos costumes, geralmente no período da madrugada, por volta das 3:33 horas;

Mudar os comportamentos cristalizados em nossa mente não é nada fácil, principalmente no início da manhã;

Adquirir um novo hábito também não é uma tarefa tão simples assim. Só funciona nos livros de autoajuda em promoção;

Estamos consumindo mais bebidas alcóolicas, principalmente quando rola uma live nas redes sociais;

Para muitos, a frase faz muito sentido: Melhor morrer de vodca que de tédio! (Vladimir Maiakóvski)

Reclamamos do distanciamento social, mas ficamos, constantemente, irritados com as pessoas que dividimos o mesmo teto;

A ostentação nas redes sociais alimenta a frustação de muitos;

A teoria do medo continua norteando os especialistas mais cartesianos, geralmente comentaristas das grandes emissoras de TV;

Quarentena na casa de praia é mais legal;

Programas de TV chatos estão ainda mais chatos com as lives;

Página 2 de 240123456... 240Próximo