Categorias
Comportamento criança Genética saúde

Reprodução Assistida: saiba mais sobre mitos e verdade

Fertilização in vitro (Foto: Getty Images)

Por: Sócio-diretor da Clínica Vilara, Marco Mello:

Os tratamentos para reprodução humana começaram em 1978, na Inglaterra e, desde então, apresentam importantes avanços para os casais que encontram dificuldades para ter filhos. Conforme dados da Rede Latino-Americana de Reprodução Assistida (REDLARA), mais de 83 mil bebês brasileiros nasceram por meio de algum tratamento, sendo que a fertilização in vitro e a inseminação artificial representam mais 53% dos procedimentos, enquanto a transferência de embriões congelados, 32%, entre 1990 e 2016.

No entanto, mesmo com mais de quarenta anos de estudos e descobertas positivas, além do alto índice de nascimentos por reprodução assistida, vários mitos, dúvidas e incertezas surgem no momento da procura por esse recurso.

Antes de qualquer tratamento, é imprescindível acesso a conhecimento, considerando a dificuldade de muitos casais de engravidarem, somada às inverdades e hesitações e a necessidade de sanar esse impasse. Abaixo, seguem três mitos e três verdades sobre a reprodução assistida:

Em qualquer tratamento de reprodução humana, a chance de engravidar é 100%

Mito. Nenhum tratamento garante sucesso pleno, porque cada paciente apresenta sua particularidade, como idade e saúde dos gametas. A fertilização in vitro, por exemplo, atinge números entre 40% e 50% de percentual de êxito. Já, a inseminação artificial, uma média de 20%.

Existe método sem ingestão hormonal do paciente

Verdade. A criopreservação de espermatozoides, ou seja, o congelamento do gameta masculino, não necessita de tratamento hormonal. A utilização desse método é indicada para homens que passarão por quimioterapia e querem ter filhos, antes da vasectomia e de cirurgia na próstata.

Uso de hormônios é prejudicial à saúde

Mito. Quando o tratamento é acompanhado por um especialista, seguindo os protocolos recomendados, as chances do tratamento hormonal impactar negativamente a saúde é mínimo.

A sexagem é permitida no Brasil

Verdade. O diagnóstico genético pré-implantação para identificação do sexo dos embriões para transferência é permitida no Brasil, mas, somente para casos de diagnósticos de doenças genéticas ligadas aos cromossomos sexuais.

Existe “barriga de aluguel” no Brasil

Mito. De acordo com o Conselho Federal de Medicina (CFM), existe a possibilidade da gestação por meio do útero de substituição, somente por “barriga solidária”, ou seja, sem fins comerciais. A possível gestante deve possuir grau de parentesco de até 4° grau com uma das partes do casal, caso contrário, é necessário ajuizar uma ação no CFM.

É possível identificar falha cromossômica, antes da implantação dos gametas

Verdade. É a técnica de reprodução assistida mais recente que existe. São duas as técnicas mais utilizadas: PGT-A, que serve para a pesquisa de anomalias cromossômicas numéricas e o PGT-M, para o estudo de mutação genética presentes em doenças monogênicas.

Uma consulta com especialistas em tratamentos de reprodução assistida é fundamental para esclarecer todas as dúvidas e tranquilizar o casal. O profissional indicará o procedimento mais adequado e o acompanhamento necessário.

Categorias
Alimentação e Nutrição Comportamento Vegetarianos & Vegas

Como fazer uma deliciosa geleia de manga com mamão e gelatina de abacaxi

Arquivo pessoal

Amo geleias caseiras de frutas, desde criança. São tantas receitas irresistíveis preparadas com:  goiaba, morango, amora,  laranja, limão…  A dica é sempre aproveitar as ofertas de cada mês. Em março, a estação favorece a produção das seguintes frutas: abacate, caqui, coco, kiwi, laranja, limão, maça e mamão. Delícia! A natureza sempre nos presenteia com o que há de melhor.

As geleias têm várias utilidades na culinária. As delícias podem ser usadas em pães, torradas e recheios de bolo ou tortas geladas. No preparo, prefiro sempre usar os produtos orgânicos. São mais saudáveis e aromáticos.

Resolvi testar uma receitinha de geleia. Gente, o negócio ficou bom demais da conta. Anote aí:

Ingredientes:

1 mamão pouco maduro

1 manga pouco madura

Duas xícaras de açúcar orgânico

1 caixinha de gelatina de abacaxi

Como preparar:

Lave bem as frutas

Corte as frutas em pedacinhos

Coloque para cozinhar na água filtrada (cerca de meio litro) com 1 copo de açúcar orgânico e uma pitada de canela

Amasse as frutas até virar uma pasta cremosa (na panela mesmo)

Retire o excesso de água, se necessário (utilize uma peneira)

Coloque a quantidade de uma caixinha de gelatina de abacaxi em um copo de água quente e filtrada. Dissolva a gelatina e coloque para ferver junto com as frutas

Em outra panela coloque 1 copo de açúcar orgânico até virar um caramelo e coloque o preparado de frutas

Cozinhe por mais um tempo

Rendimento:

Dois potes de geleia (tipo industrial)

Confira as propriedades medicinais da manga e do mamão:

Manga

A manga é uma aliada do intestino. A fruta possui fibras, antioxidantes, vitaminas, cálcio, zinco, potássio, ferro e magnésio. Entre os benefícios, destacam-se: melhorar a imunidade, contribuir com a saúde cardíaca e aliviar a constipação

Mamão

O mamão melhora o trânsito intestinal; facilitar a digestão; mantem a saúde da visão; ajuda a prevenir a cegueira noturna e atrasar a deterioração da visão relacionada com a idade; fortalecer o sistema imunológico; ajuda no funcionamento do sistema nervoso; ajuda na perda de peso, pois possui poucas calorias e é rica em fibras; evita o envelhecimento prematuro; pode ajudar a eliminar toxinas do fígado devido à sua ação antioxidante.

Categorias
Alimentação e Nutrição Comportamento saúde

Saiba mais sobre as maravilhas do açafrão para fortalecer o sistema imunológico

Sou simplesmente apaixonada pelo sabor marcante do açafrão-da-terra ou cúrcuma. É um dos alimentos funcionais que não pode faltar na minha cozinha. Logo pela manhã, em jejum, tomo 200 ml de água geladinha, 1 colher de chá de açafrão e um limão espremido. Que maravilha!! A bebida provoca uma sensação tão boa e os benefícios da receitinha são muitos: anti-inflamatório, antioxidante, antisséptico, cicatrizante e, ainda, ajuda no controle da depressão e fortalece o sistema imunológico do nosso organismo.

Na verdade, uso o açafrão com frequência, como, por exemplo, na água que eu preparo o macarrão; nos molhos com creme de leite, no arroz e nos chás. A cor já chama atenção e o cheirinho é sensacional.  Fica tudo muito irresistível com uma pitada de açafrão.

Conversei com a nutricionista vegetariana Mônica Vitorino (Julho/2018) sobre os benefícios do açafrão. Confira:

“O açafrão é uma planta medicinal que tem como princípio ativo a curcumina que é a substância que fortalece o sistema imunológico e ajuda estabilizar a microbiota do corpo. A microbiota é hoje o nome dado a flora intestinal e que tem uma série de funções muito importantes para imunidade. O açafrão tem também ação na resposta ao estresse que tem relação com a imunidade. Quanto mais estresse, menos imunidade.

A cúrcuma exerce também um papel importante na proteção e desintoxicação do fígado, retirando as substâncias químicas tóxicas, aumentando a imunidade e protegendo o organismo dos efeitos de muitos poluentes.

Podemos usar o açafrão ou cúrcuma ao cozinhar legumes, ao fazer arroz, além de preparar vitaminas.  Podemos também usar a raiz no preparo do feijão, molhos e até colocar em maionese para dar cor. Age na culinária como se fosse um colorau amarelo. Quando cozinhamos junto com os alimentos, podemos perceber uma melhora na digestão de gorduras e proteínas. As pessoas com cálculos biliares, mulheres grávidas e mulheres que amamentam devem consultar um nutricionista antes de usar”.