Facebook Twitter Youtube Google+ Image Map
23 fev 2016

Bebê com anencefalia vive 74 minutos e salva uma vida

Arquivado em Cidade

amor

A pequena Hope Lee sofria de anencefalia, seus pais decidiram não abortá-la e depois de uma breve vida de apenas 74 minutos, ela se transformou na doadora de órgãos mais jovem do Reino Unido.

amor3

Os pais de Hope conceberam gêmeos, um menino e uma menina. Na 13ª semana de gestação, souberam que a menina nasceria com uma má formação letal no cérebro e no crânio. Os médicos advertiram que teria pouco tempo de vida e lhes propuseram abortar.

Emma e Andrew Lee não aceitaram a proposta e decidiram que doariam os rins de Hope. Os gêmeos nasceram em dezembro de 2015 e a pequena Hope viveu durante 74 minutos.

“Tivemos tempo para planejar tudo o que queríamos fazer e o hospital pôde preparar o transplante de rim e retirar algumas células do fígado”, explicou Andrew e recordou que “justo antes de morrer, segurou meu dedo com os seus e comecei a chorar”.

Para a mãe, a decisão do transplante “foi muito difícil”, mas “sabemos que fez algo bom em seu pouco tempo de vida. Estamos orgulhosos de que ela tenha conseguido tanto em tão pouco tempo”.

Os pais de Hope expressaram que não abortar foi sua melhor decisão, porque puderam passar um tempo muito valioso com sua pequena e sua filha mais velha Maddie, com apenas 5 anos, pôde conhecer e carregar a sua irmãzinha.

No hospital, prepararam uma caixa de lembranças de Hope com suas impressões digitais e lindas fotos.

“Hope estava linda, como uma bonequinha, apesar da doença que tinha. Agora, sentimos que nossa pequena foi uma heroína”, adicionou seu pai.

amor2

Fonte: ACI Digital via ComShalom.org

  • Davidson Thomaz

    Em 23.02.2016

    Sem Palavras, e ainda tem idiotas que diz aquela velha frase. “Quanto mais conheço os humanos, mais eu gosto do meu cachorro”.
    Oque essa familia fez, foi algo divino, sabendo que sua filha nao viveria, mas que mesmo com pouco tempo sobre a terra, fez algo que inumeras pessoas jamais fez. Uma doação de orgão para ajudar o proximo.

    Parabéns pela atitude.

  • Ilton Bonear

    Em 23.02.2016

    |Parabéns para o casal! que decisão difícil eles tomaram.

  • Marcos Gabriel

    Em 23.02.2016

    Nada acontece por acaso, ela cumpriu a sua missão, viveu o tempo que necessitava, e ainda salvou vidas. E os pró-abortistas insistem em apoiar o genocídio de crianças no útero. Eles ainda não compreendem que tudo tem uma razão de ser, e o universo não é obra do acaso, tem uma inteligência superior que tudo sabe e tudo pode. Parabéns aos pais que também cumpriram a missão destinada a eles que era ajudar esse ser vir ao mundo, mesmo que por alguns minutos. Viva a Vida! Viva o Amor!!!!

Você deve estar logado para comentar.