Categoria "acolhimento"
26 mar 2021

Livro digital gratuito ajuda crianças no enfrentamento da COVID-19

Por Opas/Brasil Já está disponível para download a versão em português do livro infantil “My Hero is You” (“Meu herói é você”), concebido pela roteirista e ilustradora Helen Patuck em 2020 para ajudar crianças de todo o mundo a lidarem com a pandemia de COVID-19. A obra é voltada principalmente para crianças de 6 a 11 anos de idade. O lançamento para o público brasileiro é resultado de uma parceria entre a Rede Internacional de Saúde Mental e Apoio Psicossocial em Emergência Humanitárias (MHPSS.net) e a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS).

A história, cheia de aventuras e conhecimento, tem como principais personagens Ário e Sara – uma criatura fantástica e uma menina que viajam juntos pelo mundo em busca de respostas sobre a COVID-19. A narrativa mostra às crianças como podem se proteger e proteger quem amam do coronavírus e como é possível lidar com emoções difíceis quando se enfrenta uma nova realidade que muda rapidamente.

Traduzida para mais de 135 idiomas, a publicação é fruto de um projeto do Comitê Permanente Interagências (IASC) para a Saúde Mental e Apoio Psicossocial em Emergências Humanitárias, uma colaboração de mais de 50 organizações internacionais que trabalham em crises humanitárias, incluindo agências da ONU como OMS, UNICEF e ACNUR, e outras agências humanitárias internacionais, como a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, Médicos Sem Fronteiras e Save the Children.

Durante os estágios iniciais da construção do livro, mais de 1.700 crianças, pais, cuidadores e professores de todo o mundo compartilharam informações sobre como estavam lidando com a pandemia. A contribuição garantiu que a história e suas mensagens pudessem alcançar crianças de diferentes origens e continentes.

Em junho de 2020, a Rede MHPSS.net e a OPAS/OMS disponibilizaram um videobook no qual a atriz brasileira Carol Castro, que já atuou em mais de 20 novelas/programas de televisão e em 11 filmes, interpreta “Meu herói é você” direto de casa.

Guia – O guia Ações para Heróis foi desenvolvido pelo Grupo de Referência sobre Saúde Mental e Apoio Psicossocial em Emergências Humanitárias do IASC para acompanhamento da leitura de “Meu herói é você” junto às crianças.

A publicação orienta como ter conversas de “coração para coração” com crianças, ensinando-as a lidar com os estressores e as mudanças relacionadas com a COVID-19. Explica aos adultos como podem criar espaços seguros para que as crianças partilhem abertamente os sentimentos sobre o coronavírus, incluindo medos, preocupações e frustrações inerentes às mudanças do dia a dia. Também orienta adultos sobre como podem promover ações positivas que as crianças possam adotar para se protegerem e protegerem outras pessoas.

Para baixar o livro “Meu herói é você”, clique aqui.

Para baixar o guia Ações para Heróis, clique aqui.

18 mar 2021

Zé Gotinha: Exemplo de comunicação em saúde pública no Brasil

Zé Gotinha já é um “balzaquiano. Como amo o Zé! São 35 anos de muitas histórias boas para contar. O eterno garotão foi criado, em 1986, durante o governo de José Sarney, no primeiro mandato democrático após a terrível Ditadura Militar. O personagem mais amado do Brasil foi idealizado pelo artista plástico, Darlan Manoel Rosa.

A iniciativa foi parte da soma de muitos esforços de uma bem sucedida campanha de vacinação contra o vírus da poliomielite, criada pelo Ministério da Saúde e apoiada pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Seu principal objetivo era tornar as campanhas de vacinação mais atraentes para as crianças. Por isso, o nome Zé Gotinha foi escolhido, democraticamente, por meio de um concurso promovido pelo Ministério da Saúde, envolvendo alunos de escolas de todo o Brasil.

O personagem também é “convocado” para outras missões, no sentido de alertar sobre a prevenção de doenças, como, por exemplo, sarampo.

Pensando aqui com os meus neurônios já cansadinhos de tanto pensar sobre estratégias de comunicação…

Qual a razão da falta de investimento em projetos coletivos que incentivam a comunicação nas campanhas de saúde pública?

Por que as assessorias de comunicação das instituições governamentais preferem nomear assessores que desconhecem os princípios da mobilização social ou desconhecem o próprio sistema de saúde pública (SUS)?

Enfim, as considerações finais são apenas um desabafo sincero de uma comunicadora que sente falta das boas iniciativas de comunicação e saúde pública.

Vida que segue… sempre na esperança da criação de novos personagens ou estratégias de comunicação mais eficientes.

 

02 fev 2021

Eu realmente preciso ter um propósito de vida?

 

Por Dani Maniá* para a Rede Natura.

Muitas pessoas já me procuraram nas sessões de coaching ou até me escreveram com a seguinte pergunta: “Dani, eu realmente preciso ter um propósito de vida”?

Isso porque muita gente, quando ouve a palavra propósito, imagina-se viajando o mundo, sem destino, sem nenhuma conta para pagar e com dinheiro infinito… E a coisa não é bem por aí. Associar essas imagens a ter um propósito de vida pode te causar frustação.

Porque é importante ter um propósito de vida?

Está difícil levantar da cama para trabalhar?

Sente que os dias estão longos e todos iguais?

Segunda-feira e você já está contando os minutos para chegar a próxima folga?

Se você respondeu sim para ao menos uma das três perguntas acima, esse artigo é para você.

Eu acredito que todo mundo tenha um propósito de vida… A diferença é que alguns já sabem qual é o seu; outros, tem ele guardado num lugar bem escondido.

Sabe quando você recebe uma ligação com uma proposta de trabalho, de investimento ou de qualquer outra atividade que exija uma decisão sua?

Muitas pessoas ficam em dúvida, agem por impulso ou sentem que algo dentro delas pede que não aceite aquela oferta, mas não sabem dizer o motivo.

Se você tem um propósito definido fica mais fácil dizer sim ou não. Isso porque o propósito é uma direção… ele te dá um norte, mas quem faz o caminho é você. Ou seja, ter um propósito definido não significa que todos os seus problemas estarão resolvidos, mas ele certamente te ajudará a saber qual direção seguir.

Por exemplo, parte do meu propósito de vida é ajudar a conectar cada indivíduo com o seu melhor.

Eu consigo fazer isso em uma sessão de coaching? Sim!

E escrevendo um artigo sobre marketing para ajudar empreendedores a se desenvolverem? Opa, também!

Trabalhando em parceria com uma empresa que fomenta o empreendedorismo e alavanca a economia do país, consigo? Claro, porque não?

Talvez, com esse propósito, eu tenha dificuldade em atuar com determinadas atividades, mas ele me mostra muitas portas e, assim, eu consigo encontrar as que mais me realizam, pessoal e profissionalmente.

Ficou mais claro como ter um propósito de vida bem definido pode te ajudar?

Definindo seu propósito

Como eu mencionei acima, o propósito está aí, dentro de você! Não está no mundo externo. E, para isso, você precisa se conhecer bem.

Quando você sabe quem realmente você é, fica mais fácil perceber as possibilidades e voar mais longe.

Responda as sete perguntas abaixo para te ajudar nessa:

1) Quem eu realmente sou?

2) O que eu estaria fazendo da vida se dinheiro não fosse um problema?

3) Em quais momentos da vida eu estive mais feliz? E em quais atividades?

4) O que eu amo fazer?

5) O que eu sei fazer bem?

6) Pelo que as pessoas me elogiam?

7) O que me impede hoje de fazer o que eu amo?

Lembre-se: o propósito não precisa ser algo grandioso, como gerar a paz mundial. Mas, se a paz é um ponto fundamental para você, como você começa a inserindo em seu dia a dia? Você pode ser um bom gestor e ter um time que trabalhe em harmonia, ter uma família que se ama e se respeita.

A realização do propósito começa assim: primeiro com você e, depois, movimentando quem está ao seu redor. Só aí a transformação do mundo começa a acontecer, a partir de cada um.

O que fazer se, ainda assim, eu não encontrar meu propósito de vida?

A primeira coisa é ter calma – tudo tem seu tempo!

Comece identificando o que você não gosta e não quer fazer e já risque isso da sua lista.

Converse com algumas pessoas e pergunte o que elas acreditam ser o seu talento – peça feedbacks para colegas e amigos próximos.

Leia mais e se mantenha curioso para a vida!

E, lembre-se: você não ouvirá fogos de artifício quando descobrir o seu propósito, mas verá que começará a acordar muito melhor.

E essa busca não para aqui! A gente evolui… E o nosso propósito também pode evoluir, não é mesmo? Essa é a beleza da vida, sempre buscarmos o nosso melhor e estarmos abertos para aprender.

Prezado leitor, aproveite e confira, no espaço virtual Natura Saúde do Meio, os produtos que ajudam o meio ambiente, além de promover a beleza natural de homens e mulheres.  

Página 1 de 1112345... 11Próximo