Categoria "Cidade"
17 jan 2019

Muro do Caso ET de Varginha vai virar tela de cinema e de jogos

Arquivado em Cidade, Comportamento, Ufologia

et

O próximo domingo, dia 20 de janeiro, o Caso ET de Varginha completa 23 anos. Com o intuito de celebrar a data de forma educativa e inusitada, o festival de cidadania Virada Varginha vai transformar o muro do terreno onde teria acontecido a aparição, em uma tela de cinema e para um game virtual sobre o extraterrestre.

O evento, com entrada gratuita e para todas as idades, foi planejado para agregar atrações ao lançamento oficial do filme sobre a edição de 2018 da Virada Varginha, uma vez que a astronomia e a ufologia sempre foram destaques entre as atividades do festival. “Não entramos na esfera da crença do varginhense sobre a veracidade do caso. Temos ciência do misto entre ceticismo e vergonha que envolve o tema, porém é impossível apagar o vínculo entre o ET e a história de Varginha. Nos resta então, utilizá-lo a nosso favor como um instrumento de educação, cidadania e cultura”, explica Diego Gazola, um dos mobilizadores da Virada Varginha.

No início da noite, às 18h45, ciclistas, corredores e caminhantes se concentrarão embaixo da Nave do ET, no centro da cidade, e seguirão rumo ao Muro do Caso. O trajeto escolhido para este passeio terá cerca de quatro quilômetros e será mais uma oportunidade para conhecer e descobrir o potencial da linha férrea como uma via para deslocamentos não motorizados.

Para os que optarem por chegar ao local mais tarde e de forma independente, a partir das 20h será acionada a iluminação cênica, a tela de cinema e a de jogos. O evento será animado pelo DJ Val d’Lucca e no decorrer da programação será fomentada uma roda de debate sobre o Caso ET de Varginha. Durante as atrações será distribuída pipoca para o público.

Programação Completa

Documentário Caso Varginha Minuto a Minuto do Canal João Marcelo; trailer do desenho animado Bugigangue no Espaço, que conta com a participação do ET de Varginha; reportagens históricas de TV sobre o Caso; trecho do filme E.T. O Extraterrestre; e o lançamento do filme sobre a Virada Varginha 2018. Em paralelo, haverá outra tela projetada no muro para se jogar o game virtual ET Adventure 3D.

O terreno, desconhecido pela maioria dos varginhenses, está localizado na rua Benevenuto Braz Vieira, 30, no bairro Jardim Andere, entre as ruas Silvianópolis e Belo Horizonte, a menos de 600 metros do bar Pinga com Torresmo.

Sobre a Virada Varginha 2018

Planejada para mobilizar a população em torno de causas de interesse coletivo, entre os dias 16 e 18 de agosto a Virada Varginha fomentou o debate sobre um novo uso como via não motorizada para a antiga linha férrea. O festival atraiu a sociedade para, literalmente, andar na linha por meio de dezenas de atrações culturais, esportivas e artísticas ao longo dos cerca de 9 quilômetros, entre a Vila Paiva e as margens do rio Verde no bairro Damasco. O trecho urbano da via foi usado durante anos para o transporte de pessoas e cargas e, desde que foi desativada como ferrovia, a região sofre um continuado processo de deterioração.

A Virada Varginha é um festival de cidadania que estimula o uso dos espaços públicos por meio de ações divertidas e, ao mesmo tempo, educativas. O evento, sem fins lucrativos, é mobilizado pela Muda de Ideia e Sakey Comunicação, alinhado com o Fórum Varginha 2050. Em 2018 contou com a parceria estratégica do Sebrae, e com a viabilização pela Pedreira Santo Antônio e Grupo Unis. Recebeu ainda apoio do Moinho Sul Mineiro, da Associação Feminina de Assistência Social (AFAS-Varginha) e da RN.

Mais informações no site www.viradavarginha.com.br e nas mídias sociais Facebook e Instagram.

14 jan 2019

Hospital Felício Rocho e Faculdade de Ciências Médicas realizam procedimento inédito na América Latina

Arquivado em Cidade, saúde
Divulgação

Divulgação

A vida do jovem Iago Lopes dos Santos, 23 anos, mudou após dar entrada no bloco cirúrgico do Hospital Felício Rocho (HFR), no último dia 07 de dezembro de 2018. O paciente foi submetido à um transplante inédito na América Latina, no qual recebeu um rim através de uma cirurgia robótica.

Antes do procedimento, Iago vivia em constantes sessões de hemodiálise por conta de complicações de doença renal em estágio terminal. Ele vive em Governador Valadares (MG), região do Vale do Rio Doce, e se deslocava semanalmente à Belo Horizonte para realizar o procedimento exaustivo que o mantinha vivo. Até que sua irmã, Viviane Lopes dos Santos, de 36 anos, foi diagnosticada como apta para a doação de um rim.

Após avaliações do corpo clínico do Hospital Felício Rocho, onde Iago fazia seu tratamento, a decisão foi realizar o primeiro transplante de receptor renal por via robótica da América Latina. Trata-se de um procedimento inovador, pouco invasivo, no qual o órgão é inserido no corpo do paciente e a cirurgia é feita pelo cirurgião através de uma plataforma robótica. Tanta inovação é resultado de uma parceria entre o Hospital Felício Rocho e a Faculdade Ciências Médicas De Minas Gerais (Feluma).

A cirurgia foi realizada com a equipe de transplantes e de cirurgia robótica do Hospital Felício Rocho, assistida pelo médico Cirurgião Geral, Dr. Enrico Benedete, Chefe de Departamento da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos. Antes disso, em outubro deste ano, e também de forma pioneira, a equipe do HFR já havia feito a cirurgia de retirada do rim do doador para transplante, também por via robótica.

O transplante renal é a melhor terapia de substituição renal em portadores de insuficiência renal crônica. Ele melhora a qualidade de vida e o tempo de vida desses pacientes. Implantar o robô nesse tipo procedimento colabora para essa cirurgia tornar-se ainda mais segura, eficaz e para que a recuperação seja mais rápida e menos dolorosa.

Todo o procedimento durou cerca de três horas.

O rim transplantado funcionou imediatamente. Iago evoluiu muito bem no pós-operatório e já tinha condições de alta antes de uma semana após a realização do procedimento robótico. Os benefícios da cirurgia robótica incluem visão magnificada em três dimensões, maior amplitude dos movimentos, resultando em uma maior precisão cirúrgica, menor agressão ao organismo e uma recuperação pós-operatória mais rápida, menos dolorosa e com retorno mais precoce do paciente às suas atividades habituais. Sem dúvida, esse procedimento realizado pela parceria do Hospital Felício Rocho com a Feluma é um avanço e tanto para a medicina brasileira.

A plataforma robótica é de uma precisão gigantesca. Bastante usada em cirurgias renais, prostáticas, mas também em muitos outros tipos de procedimentos, de várias especialidades médicas e, com resultados muito satisfatórios. Tudo isso porque o robô atua com uma visão tridimensional, magnificada, que capta detalhes anatômicos de uma forma ampliada e com ótima qualidade de imagem, além de uma maior amplitude de movimentos.

10 jan 2019

Hidratação para cabelo com óleo: por que fazer nutrição nos fios?

Google

Google

Assim como tudo no corpo, os fios precisam de diferentes nutrientes para repor a massa perdida no dia a dia. Além da hidratação para o cabelo, a nutrição – também conhecida como umectação – é a etapa que conta com óleos nutritivos para cuidar das escamas capilares. “A umectação é indicada para repor a oleosidade e os lipídios da fibra capilar”, explica a dermatologista Sábata Reis.

Mas seria melhor usar os óleos puros em vez de máscaras de hidratação que os contenham na formulação? Para a dermatologista Gabriela Cunha Capareli, a escolha depende da necessidade de cada cabelo. “A combinação de substâncias depende do objetivo: somente hidratar, hidratar e nutrir ou restaurar”.

O importante é que, de tempos em tempos, se faça uma nutrição para devolver aos fios a maleabilidade. Mesmo quem tem cabelo oleoso pode investir em produtos com esse propósito, evitando o contato direto com a raiz sempre. Essa região já tem maior produção das glândulas sebáceas e o excesso pode causar efeito rebote.

Como fazer hidratação para cabelo com óleo

Uma das vantagens da hidratação para cabelo com óleo é que ela pode ser realizada de diversas maneiras. E uma delas encaixa perfeitamente na sua rotina, ou seja, nada de desculpas para pular a etapa, viu?

• Pode ser usado à noite como um leave-in antes de dormir. Com o cabelo limpo, aplique nos fios sem chegar na raiz para fazer uma umectação noturna.

• Ou, como selador das cutículas, depois de lavar e hidratar o cabelo. O Óleo Nutrição e Brilho, de Plant, conta com óleos nutritivos de noz pecã, macadâmia e gergelim que blindam os fios contra os danos.

• Turbine a máscara de tratamento que você gosta também com o Óleo Nutrição e Brilho.

• Quer uma máscara que já tenha um complexo de óleos nutritivos? Então aposte na Máscara de Tratamento Nutrição e Brilho, de Plant, para uma umectação poderosa no banho!

• Para quem não tem cabelo oleoso, a linha completa de Shampoo e Condicionador Nutrição e Brilho traz as vantagens dos óleos para os cuidados diários nas lavagens.

* Os especialistas consultados nesta matéria foram ouvidos como fontes jornalísticas, não se utilizando do espaço para a promoção de qualquer produto ou marca.

Os produtos acima podem ser encontrados na Rede Natura.

Página 5 de 611 ...123456789... 61Próximo