Categoria "Cidade"
03 jun 2015

Cachorro adotado defende tutora de assalto

Arquivado em Animais, Cidade, Comportamento

foto cão

Amanda Prado é uma jovem senhora de 18 anos. Ela é casada e tem um lindo bebê de 1 ano e 9 meses, dois cachorros e um gato. Zico, um vira-lata de 5 anos e a gatinha Catatau foram adotados na ONG Cão Viver. A família mora no bairro Nacional, em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte.

Hoje (3/06), por volta das 11 horas, em torno de um comércio do bairro, Amanda passou por um sufoco. Ela foi rendida por um senhor que exigiu dinheiro. Como ela negou, já que a garota não tem o costume de andar com dinheiro na bolsa, o homem contrariado pegou uma faca e ameaçou Amanda.

Quando ele segurou o braço dela, Zico, o cão vira-lata adotado por ela apareceu do nada e mordeu o agressor. O resto da história, vou deixar para Amanda dizer. Conversamos pelo Facebook, depois que eu li um depoimento emocionado da Amanda na Comunidade SOS BICHOS MINAS GERAIS 

“Eu só vi um cachorro voando em cima do cara e mordendo. Foi quando eu consegui sair, quando olhei, era meu amigo, meu filho, que surgiu não sei de onde e como. Descobri depois, que deixamos (ela e o marido) o portão aberto e ele fugiu e não percebemos, e depois ele no seguiu, de carro, ele correu atrás, não fomos muito longe dois quarteirões de casa. Acho que ele já estava num canto vigiando”

“Felizmente o senhor não teve nada grave foi para hospital com o braço e a mão bem machucada, claro foi detido. Eu nunca imaginei que um cachorro sempre ao nosso lado pode ser um herói, agora o que passou na cabeça dele para fugir, eu não faço ideia, mas sei que se não fosse por ele não sei o que teria acontecido”

“A raça dele é a mais linda de todas, a raça que ama, independente de qualquer coisa. Meu vira lata Zico. Ele tem muito ciúmes de mim nenhum cachorro pode chegar perto, mas de gente eu não sabia..”

02 jun 2015

Polícia mineira comemora 240 anos nas redes

Arquivado em Cidade, Segurança

pm

No dia 09 de junho de 2015 a Polícia Militar de Minas Gerais, completa 240 anos de serviços prestados em favor de uma cidade mais segura, menos violenta.  São quase dois séculos e meio de muitas histórias. Algumas delas são contadas na página do Facebook (Comunidade não autorizada) pelos próprios policiais e admiradores da polícia mineira, por meio de fotos, pequenos depoimentos, vídeos.

A postagem sobre uma banda composta por policias militares é um sucesso. Eles se apresentaram em Pirapora e cantaram músicas de louvor e agradecimento a Deus. Já são mais de 150 mil visualizações.

Parabéns!

cãopm2pm3

pm4pm5pm6

pm7pm8pm9

pm10pm17pm13

28 maio 2015

Poluição mata, alerta ONU

Arquivado em Cidade

soeicon

ONU alerta sobre poluição do planeta, moradores de Vespasiano questionam ar que respiram na cidade. É a globalização!

A Organizacão Mundial de Saúde (OMS) aprovou na última terça-feira (26/05), na 68ª Assembleia da instituição, em Bruxelas, uma resolução que chama a atenção para as graves consequências da poluição atmosférica para a saúde pública e a economia, especialmente nos países mais pobres. Os números são alarmantes: cerca de 3,7 milhões de mortes são atribuídas à contaminação lançada ao ar livre, enquanto 4,3 milhões de mortes são resultantes de contaminação de ambientes mal ventilados.

A Resolução sobre Poluição do Ar faz uma chamada à própria OMS para fortalecer sua capacidade e para os países redobrarem seus esforços de redução dos impactos da poluição do ar. O documento também reconhece a relação complexa entre a melhoria da qualidade do ar e a redução das emissões de gases que causam as mudanças climáticas.

A resolução da OMS chega em um momento crucial para a humanidade que clama por mudanças de paradigmas na área ambiental. A iniciativa pode contribuir para salvar milhões de vidas que se perdem prematuramente por doenças que poderiam ser evitadas facilmente e, ao mesmo tempo, evitar o enorme impacto econômico que afeta todos os países, mas particularmente os mais pobres. Segundo indica um estudo da Universidade de São Paulo, o Brasil vai produzir 250 mil mortes nos próximos 15 anos, 25% delas somente na cidade de São Paulo. Para evitar tantas mortes, todos devem estar envolvidos no enfrentamento da poluição atmosférica, um inimigo invisível, ameaçador e que mata.

Moro em Vespasiano, região metropolitana de Belo Horizonte, a caminho do Aeroporto de Confins. Lá os moradores questionam a qualidade do ar por conta da fábrica – SOEICOM/Liz Cimentos, instalada na cidade há 4o anos. Nasci praticamente junto com a fábrica e com a esperança dos meus pais no suposto progresso de Vespasiano e do Brasil vindo do cimento.

Os primeiros relatos sobre a história do cimento, ou Caementu no latim, se dão há cerca de 4500 A.C., no Egito Antigo. Nessa época, utilizava-se uma liga composta por uma mistura de gesso calcinado para unir as pedras que davam sustentação à construção dos monumentos. De lá para cá, uma longa história de exploração e depredação em nome do desenvolvimento da economia. Só que esqueceram da nossa saúde e da preservação do Planeta Terra.

Por meio do grupo de Facebook TRANSPARÊNCIA VESPASIANO, os amigos e amigas da cidade não querem pagar essa dívida sozinhos e pedem uma investigação mais profunda sobre o ar que respiramos e sobre um suposto lixo de resíduos tóxicos queimados próximo à fábrica, além da fumaça preta vista com frequência pela comunidade. Veja o vídeo. É impressionante!

“Os órgãos públicos deveriam fiscalizar rigorosamente e se omitem. Sabemos que a cimenteira tem todas as licenças dos órgãos ambientais. Como? As doenças, a poluição, os odores, a fumaça preta, os altos índices de câncer na cidade são tão visíveis aos nossos olhos, mas não são considerados pelas autoridades competentes. Cadê o CODEMA – Conselho de Meio Ambiente de Vespasiano? Queremos transparência com relação ás fiscalizações realizadas na Soeicom”, denuncia Luciene Fonseca, mediadora do grupo Transparência.
Página 72 de 74«1 ...68697071727374Próximo