Categoria "Comportamento"
26 mar 2021

Livro digital gratuito ajuda crianças no enfrentamento da COVID-19

Por Opas/Brasil Já está disponível para download a versão em português do livro infantil “My Hero is You” (“Meu herói é você”), concebido pela roteirista e ilustradora Helen Patuck em 2020 para ajudar crianças de todo o mundo a lidarem com a pandemia de COVID-19. A obra é voltada principalmente para crianças de 6 a 11 anos de idade. O lançamento para o público brasileiro é resultado de uma parceria entre a Rede Internacional de Saúde Mental e Apoio Psicossocial em Emergência Humanitárias (MHPSS.net) e a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS).

A história, cheia de aventuras e conhecimento, tem como principais personagens Ário e Sara – uma criatura fantástica e uma menina que viajam juntos pelo mundo em busca de respostas sobre a COVID-19. A narrativa mostra às crianças como podem se proteger e proteger quem amam do coronavírus e como é possível lidar com emoções difíceis quando se enfrenta uma nova realidade que muda rapidamente.

Traduzida para mais de 135 idiomas, a publicação é fruto de um projeto do Comitê Permanente Interagências (IASC) para a Saúde Mental e Apoio Psicossocial em Emergências Humanitárias, uma colaboração de mais de 50 organizações internacionais que trabalham em crises humanitárias, incluindo agências da ONU como OMS, UNICEF e ACNUR, e outras agências humanitárias internacionais, como a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, Médicos Sem Fronteiras e Save the Children.

Durante os estágios iniciais da construção do livro, mais de 1.700 crianças, pais, cuidadores e professores de todo o mundo compartilharam informações sobre como estavam lidando com a pandemia. A contribuição garantiu que a história e suas mensagens pudessem alcançar crianças de diferentes origens e continentes.

Em junho de 2020, a Rede MHPSS.net e a OPAS/OMS disponibilizaram um videobook no qual a atriz brasileira Carol Castro, que já atuou em mais de 20 novelas/programas de televisão e em 11 filmes, interpreta “Meu herói é você” direto de casa.

Guia – O guia Ações para Heróis foi desenvolvido pelo Grupo de Referência sobre Saúde Mental e Apoio Psicossocial em Emergências Humanitárias do IASC para acompanhamento da leitura de “Meu herói é você” junto às crianças.

A publicação orienta como ter conversas de “coração para coração” com crianças, ensinando-as a lidar com os estressores e as mudanças relacionadas com a COVID-19. Explica aos adultos como podem criar espaços seguros para que as crianças partilhem abertamente os sentimentos sobre o coronavírus, incluindo medos, preocupações e frustrações inerentes às mudanças do dia a dia. Também orienta adultos sobre como podem promover ações positivas que as crianças possam adotar para se protegerem e protegerem outras pessoas.

Para baixar o livro “Meu herói é você”, clique aqui.

Para baixar o guia Ações para Heróis, clique aqui.

22 mar 2021

Acordo visa proteção de dados do consumidor no Brasil

Arquivado em Cidade, Comportamento

Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Se Por: Pedro Peduzzi – Repórter da Agência Brasil – Brasília. A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça e Segurança Pública e a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) assinaram hoje (22) um acordo de cooperação técnica que tem por objetivo proteger os dados do consumidor no Brasil. Por meio desse acordo, as duas entidades pretendem alinhar esforços e reforçar as fiscalizações, de forma a evitar incidentes como o vazamento indesejado de dados, como os que têm ocorrido no país.

“Tanto a ANPD quanto a Senacon buscarão a uniformização de entendimentos e uma atuação coordenada no endereçamento de reclamações de consumidores. A atuação conjunta é especialmente importante nos casos relacionados a incidentes de segurança envolvendo dados pessoais de consumidores”, informa a Senacon.

Na semana passada, a Operação Deepwater, da Polícia Federal, prendeu em Uberlândia um suspeito de ser o responsável pelo maior vazamento de dados do Brasil. As investigações apuraram que, em janeiro, por meio da internet, inúmeros dados sigilosos de pessoas físicas e jurídicas – tais como Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e Cadastro de Pessoas Jurídicas (CNPJ), nome completo e endereço – foram ilicitamente disponibilizados.

Segundo a PF, foram colocados à venda, em fóruns na internet, mais de 223 milhões de CPFs, além de informações detalhadas como nomes, endereços, renda, imposto de renda, fotos, beneficiários do Bolsa Família e scores (pontuação) de crédito.

Durante a cerimônia de assinatura do acordo entre Senacon e ANPD, a secretária Nacional do Consumidor, Juliana Oliveira Domingues, ressaltou que o trabalho conjunto fortalecerá as plataformas de sua secretaria. Além de representar “um compromisso com a sociedade, para formular políticas públicas para fortalecer a atividade na ponta”.

O presidente da ANPD, Waldemar Gonçalves, lembrou que sua entidade foi criada há apenas 4 meses e que o evento de hoje representa um acordo que será “um marco para o Brasil”, em prol do consumidor. “A ANDP não tem espírito punitivo, mas de educação e de mudança de cultura, para mostrar às empresas que o respeito aos dados do consumidor é muito importante”, disse ao defender a inclusão de outras instituições nessa rede de proteção de dados.

Edição: Fernando Fraga

19 mar 2021

Mitos e fatos: É necessário fazer reposição hormonal?

Arquivado em Comportamento, saúde

Muitas mulheres, principalmente aquelas acima de 50 anos, têm dúvidas com relação aos benefícios da reposição hormonal. É necessário recorrer aos medicamentos para controlar os sintomas da menopausa, como: ausência da menstruação; ondas de calor  e suores noturnos; ressecamento vaginal (secura); diminuição no desejo sexual; osteoporose; aumento do risco cardiovascular; alterações na distribuição da gordura corporal; depressão?

Entrevistei a médica ginecologista, Márcia Mendonça Carneiro. Ela é também professora do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia Faculdade de Medicina – UFMG.  Confira:

 

O que é reposição hormonal?

É a utilização de medicamentos hormonais para repor o estrogênio, hormônio feminino produzido pelos ovários cuja produção cessa após a ocorrência da menopausa (última menstruação). As mulheres nascem com um estoque fixo e não-renovável de óvulos, cuja quantidade e qualidade reduz com o passar dos anos até a ocorrência da última menstruação (menopausa) que ocorre em média em torno dos 51 anos, mas as modificações que levam à menopausa podem começar até 8 anos antes e se manifestam principalmente por irregularidade menstrual.

Como os hormônios agem no organismo feminino?

O estrogênio exerce funções importantes não só nos órgãos reprodutivos, mas também é importante para o aparelho cardiovascular, saúde óssea e funcionamento do sistema nervoso central entre outras funções. Após a menopausa, a redução dos níveis do estrogênio surgem sintomas como as ondas de calor, aumento do risco cardiovascular e osteoporose e ressecamento vaginal.

Quem deve recorrer aos hormônios?

A indicação de terapia hormonal é individualizada e requer avaliação médica especializada que leve em consideração a presença de sintomas, risco cardiovascular, história pessoal e familiar de câncer entre outros fatores. Atualmente considera-se que o grupo que mais poderia se beneficiar da terapia hormonal são as mulheres antes dos 60 anos idade (ou até 10 anos de menopausa) com fogachos (ondas de calor) respeitando-se as contraindicações (câncer de mama ou qualquer câncer hormônio dependente, história pessoal de trombose, sangramento vaginal não avaliado, doença coronariana, doença cerebrovascular, lúpus). É preciso ressaltar que há opções não-hormonais para combater alguns destes sintomas indesejáveis da menopausa e que a prescrição da TH exige a presença clara indicação (alívio de sintomas associados a menopausa) e a ausência de contraindicações.

Quais os benefícios da reposição hormonal?

As principais indicações da TH para os quais há benefícios são para o tratamento dos sintomas vasomotores (fogachos e ondas de calor) e da atrofia vulvovaginal e a prevenção da osteoporose e fraturas osteoporóticas. Observa-se ainda melhora da qualidade de vida em mulheres na peri e pós-menopausa sintomáticas em resposta à melhora obtida com tratamento sobre os sintomas vasomotores e as alterações da função sexual, do sono, e do humor. Estudo comprovam o benefício da TH em diversas situações.

Há evidências de benefícios da TH sobre:

• sintomas vasomotores
• efeito positivo no humor e sono
•controle da irregularidade menstrual durante o período de transição menopausal
• prevenção de fraturas osteoporóticas
• prevenção e tratamento da atrofia vulvovaginal
• melhora da função sexual
• redução do risco de diabete melitus
• diminuição de câncer de intestino
• redução do risco cardiovascular e de doença Alzheimer quando iniciada na transição
menopausal ou na pós-menopausa recente
• melhora da qualidade de vida das mulheres sintomáticas

Quais os riscos da reposição hormonal?

Os dois riscos principais e temidos são o aumento do risco de câncer e trombose.
O aumento do risco de câncer de mama associado ao TH é pequeno e estimado em menos de 0,1% ao ano, ou seja, uma incidência absoluta de menos de um caso por 1.000 mulheres por ano de uso.

A incidência estimada de trombose venosa profunda e embolia pulmonar (TEV) é de um a dois casos por 1.000 mulheres/ano, mas estudos sugerem que o suo de TH pode resultar em sete a 18 casos adicionais por 10 mil mulheres com maior risco nos primeiros 2 anos de tratamento. Dessa forma, a avaliação médica especializada é fundamental na prescrição de TH e acompanhamento dessas mulheres.

Reposição hormonal engorda?

Não. Na verdade, o ganho de peso acompanhado de uma maior tendência para a distribuição da gordura central (região do abdome) é comum entre as mulheres que estão aproximando da menopausa. Essas mudanças são resultado do envelhecimento, diminuição dos níveis de estrogênio após a menopausa e outras influências que interferem na adoção de medidas de estilo de vida saudável. (dieta inadequada e sedentarismo), que aliados à redução do estrogênio resultam em risco aumentado de doença cardiovascular na pós-menopausa. A obesidade está associada ao aumento de várias doenças como diabetes e câncer assim como piora das ondas de calor. A boa noticia é que a obesidade tem tratamento eficaz e o resultado é a melhora global da saúde.
8. Reposição hormonal aumenta a chance da mulher ter câncer? (vide resposta 5)

Considerações finais

Com o aumento da expectativa de vida, espera-se que as mulheres passem cerca de 1/3 da vida no período pós-menopausa. A TH é considerada o tratamento mais eficaz para os sintomas da menopausa, sendo que os benefícios superam os riscos para a maioria das mulheres sintomáticas com menos de 60 anos de idade ou dentro do período de 10 anos da pós-menopausa. O uso de TH é uma decisão individualizada, que deve levar em consideração a qualidade de vida e os fatores de risco, como idade, tempo de pós-menopausa e risco individual de tromboembolismo, de doença cardiovascular e de câncer de mama, devem ser avaliados.

Página 1 de 16212345... 162Próximo