Categoria "Saúde & Literatura"
26 mar 2021

Livro digital gratuito ajuda crianças no enfrentamento da COVID-19

Por Opas/Brasil Já está disponível para download a versão em português do livro infantil “My Hero is You” (“Meu herói é você”), concebido pela roteirista e ilustradora Helen Patuck em 2020 para ajudar crianças de todo o mundo a lidarem com a pandemia de COVID-19. A obra é voltada principalmente para crianças de 6 a 11 anos de idade. O lançamento para o público brasileiro é resultado de uma parceria entre a Rede Internacional de Saúde Mental e Apoio Psicossocial em Emergência Humanitárias (MHPSS.net) e a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS).

A história, cheia de aventuras e conhecimento, tem como principais personagens Ário e Sara – uma criatura fantástica e uma menina que viajam juntos pelo mundo em busca de respostas sobre a COVID-19. A narrativa mostra às crianças como podem se proteger e proteger quem amam do coronavírus e como é possível lidar com emoções difíceis quando se enfrenta uma nova realidade que muda rapidamente.

Traduzida para mais de 135 idiomas, a publicação é fruto de um projeto do Comitê Permanente Interagências (IASC) para a Saúde Mental e Apoio Psicossocial em Emergências Humanitárias, uma colaboração de mais de 50 organizações internacionais que trabalham em crises humanitárias, incluindo agências da ONU como OMS, UNICEF e ACNUR, e outras agências humanitárias internacionais, como a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, Médicos Sem Fronteiras e Save the Children.

Durante os estágios iniciais da construção do livro, mais de 1.700 crianças, pais, cuidadores e professores de todo o mundo compartilharam informações sobre como estavam lidando com a pandemia. A contribuição garantiu que a história e suas mensagens pudessem alcançar crianças de diferentes origens e continentes.

Em junho de 2020, a Rede MHPSS.net e a OPAS/OMS disponibilizaram um videobook no qual a atriz brasileira Carol Castro, que já atuou em mais de 20 novelas/programas de televisão e em 11 filmes, interpreta “Meu herói é você” direto de casa.

Guia – O guia Ações para Heróis foi desenvolvido pelo Grupo de Referência sobre Saúde Mental e Apoio Psicossocial em Emergências Humanitárias do IASC para acompanhamento da leitura de “Meu herói é você” junto às crianças.

A publicação orienta como ter conversas de “coração para coração” com crianças, ensinando-as a lidar com os estressores e as mudanças relacionadas com a COVID-19. Explica aos adultos como podem criar espaços seguros para que as crianças partilhem abertamente os sentimentos sobre o coronavírus, incluindo medos, preocupações e frustrações inerentes às mudanças do dia a dia. Também orienta adultos sobre como podem promover ações positivas que as crianças possam adotar para se protegerem e protegerem outras pessoas.

Para baixar o livro “Meu herói é você”, clique aqui.

Para baixar o guia Ações para Heróis, clique aqui.

12 mar 2021

Feiura e beleza: Quem ama o feio, bonito lhe parece?

A dica “Saúde & Literatura” de hoje é um passeio histórico em torno de dois aspectos que movem artes, desde a antiguidade clássica até a atualidade, e, consequentemente, influenciam toda estética social: beleza e feiura. Afinal, o que é beleza? O que é feiura? Gosto se discute? O que é arte? O que é estética?

“Que me perdoem as feias, mas beleza é fundamental” (Vinícius de Moraes)

“Quem ama o feio, bonito lhe parece” (Provérbio popular)

“A beleza está nos olhos de quem vê” (Provérbio popular)

Para mergulhar fundo nas águas profundas de dois conceitos  filosóficos que mexem com as nossas emoções, nada melhor do que dois livros maravilhosos do escritor, filósofo, professor e semiólogo,  Umberto Eco.

No último dia 19 de fevereiro, completaram-se cinco anos desde a morte do autor das obras: História da Feiura e História da Beleza. Os livros buscam testemunhos teóricos capazes de delimitar o gosto de determinada época.

Depois de registrar, o curso do belo na civilização ocidental, no livro História da beleza, Umberto Eco se volta para a feiura e nos faz refletir sobre os padrões estéticos que influenciam o surgimento das culturas. Para um ocidental, por exemplo, uma máscara ritual africana pode causar estranhamento, repulsa, terror, ao passo que para o nativo pode representar uma divindade benévola.

Nos quinze capítulos do livro “História da Feiura”, Umberto Eco reflete sobre as diversas transformações do conceito de feiura, em diversas áreas do conhecimento, como a filosofia, a teologia, a ciência, a política e a economia.

Entre demônios, loucos e deformidades, descobre-se uma veia iconográfica rica e curiosa. As ilustrações do livro são sensacionais e ajudam no entendimento de cada conceito.

Beleza deve ser analisada ou sentida?  O que é beleza? Umberto Eco propõe essas indagações em História da beleza, evitando ideias preconcebidas em torno do belo e do ponto de vista limitante de uma determinada cultura.  Até o feio, o cruel e o demoníaco merecem considerações importantes do autor, no sentido de ancorar argumentos teóricos e conceituais do belo, desde a antiguidade clássica.

O livro “História da Beleza” conta com 17 capítulos, dos quais escreveu nove (os outros são de autoria do escritor italiano Girolamo de Michele). A linguagem é original, inteligente e comparativa, afinal Umberto Eco é um amante das palavras.

Pra discutir conceito tão complexo, Eco investiga as múltiplas ideias de Beleza expressadas e discutidas da Grécia antiga até hoje, traçando paralelos curiosos, como, por exemplo, entre a nudez da Vênus de Millo, do século II A.C., com a da modelo Monica Bellucci, num calendário da Pirelli; ou entre o corpo atlético do Apolo do Belvedere, exibido no Musei Vaticani, em Roma, e os bíceps anabolizados de Arnold Schwarzenegger no filme Comando.

Sensacional!!!

02 mar 2021

Tudo está conectado

Divulgação Netflix

A série é um estilo audiovisual que agrada o paladar brasileiro, praticamente em toda faixa etária. Em tempos de quarentena covid-19, nada melhor do que conferir o cardápios de opções e escolher conforme o gosto do freguês.

Devorei duas séries em menos de uma semana: Por Trás de Seus Olhos e Secret Ciy. Foi uma maratona deliciosa. Listei alguns aprendizados que anotei durante as séries e gostaria de dividir com o meu leitor. Mas antes uma pequena sinopse das séries. Vamos lá!

A série Por Trás De Seus Olhos, inspirada no romance homônimo de Sarah Pinborough, é uma viagem do início ao fim. A princípio, parece uma história de triângulo amoroso. No entanto, a narrativa ganha elementos “paranormais”, como: sonambulismo, experiências fora do corpo, telepatia, além de alguns ingredientes policiais. O fim é surpreendente.

  • A realidade é apenas um ponto de vista
  • Nada é o que parece ser
  • Coincidências não existem
  • A droga é uma droga
  • Inveja mata
  • Falsos amigos são piores que inimigos
  • Psiquiatras também piram
  • Sonhos também são fragmentos de uma realidade que ainda desconhecemos
  • Evite transar com o seu chefe. Você pode ficar sem sexo e desempregada
  • Tudo está conectado

Divulgação Netflix

Secret City é uma série australiana exibida pela Netflix no Brasil que conta com doses cavalares de suspense. Em plena tensão entre a China e os Estados Unidos, a jornalista política sênior Harriet Dunkley descobre um programa militar ultra secreto que nem mesmo o primeiro-ministro tinha conhecimento das ações de inteligência. A série é baseada nos romances The Marmalade Files e The Mandarin Code, de Chris Uhlmann e Steve Lewis.

  • Jornalista sênior tem mais faro para investigar pautas de interesse social
  • Jornalista investigativo é 90% mente e 10% tecnologia de dados
  • Governantes também desconhecem informações ultra secretas
  • Bastidores da política é um campo minado
  • Câmeras de vídeos estão por todo lado
  • Você pode estar sendo vigiado nesse exato momento
  • Na política, vale tudo
  • Arapongagem é realidade nos governos
  • Agentes secretos utilizam métodos nada seguros, como sexo sem camisinha… (ironia)
  • Sexpionage é uma realidade dentro e fora dos governos
  • Envolvimento entre jornalista e fonte pode ser explosivo
  • Serviço de inteligência é um mosaico de informações
  • Tudo está conectado
Página 1 de 2112345... 21Próximo