Categoria "saúde"
02 jun 2018

Fãs dos Star Wars visitam Festival Internacional de Quadrinhos em BH para deixar recado especial

 

jediVoluntarias do Conselho Jedi Minas Gerais (CJMG) estiveram no 10º Festival Internacional de Quadrinhos, na Serraria Souza Pinto, em Belo Horizonte, para deixar um recado muito especial. Mas antes, vou explicar que são essas meninas que têm a força e lutam por um mundo melhor.

O Conselho Jedi  é um fã clube do filme Star Wars ou Guerra nas Estrelas, dirigido principalmente pelo cineasta e roteirista George Lucas. O CJMG está sediado em Belo Horizonte e reúne adoradores do gênero fantasia e ficção científica de toda a galáxia. Há fãs clubes filiados em outra cidades mineiras, chamados Bases Avançadas.

O objetivo principal do fã clube é socializar com pessoas que tem em comum a paixão por Star Wars.  A missão do grupo engloba o comprometimento com campanhas solidárias e promoção da cultura em nosso estado, por meio de eventos e ações gratuitas, sem fins lucrativos.

Festival Internacional de Quadrinhos

Dia Mundial da Doação de Sangue

No ano de 2004 a Organização Mundial de Saúde (OMS) instituiu o 14 de Junho como o Dia Mundial do Doador de Sangue. O objetivo é homenagear e agradecer os doadores que ajudam a salvar vidas diariamente. Na data comemora-se também o aniversário de Karl Landsteiner, prêmio Nobel pela descoberta do sistema de grupos de sangue ABO.

Agende sua Doação de Midichlorians, digo, sangue para o dia 9 às 10h no Hemocentro de BH e aproveite para fotografar com as meninas do Jedi! Quem doar leva para casa um adesivo da campanha mundial da qual participam diversos fãs de Star Wars, a WorldBloodDrive! http://worldblooddrive.org. Informações sobre como doar sangue podem ser obtidas no site  http://www.hemominas.mg.gov.br . Até lá e que a Força esteja com você!

25 maio 2018

Greve dos caminhoneiros já afeta serviços de nefrologia

Arquivado em Cidade, Comportamento, saúde

renais

Com a greve dos caminhoneiros indefinida no Brasil, as clínicas de diálise, que fazem o tratamento de terapia renal substitutiva – TRS e mantêm a vida de mais de 130 mil pacientes renais começam a serem afetadas, de acordo com informações do presidente da Sociedade Mineira de Nefrologia (SMN), Daniel Calazans. “A falta da chegada de insumos e materiais necessários para a realização dos tratamentos já coloca diversas clínicas de nefrologia mineiras em situação de alerta”, afirma.

Uma clínica de Contagem, enviou comunicado à SMN informando que os insumos para a realização de sessões de hemodiálise têm previsão de término na segunda-feira, 28 de maio, no terceiro turno. Como solução, clínica vai reduzir o fluxo de solução e o tempo de diálise até que exista uma possibilidade de resolução do problema.

Em Belo Horizonte, outro serviço, que atende atualmente 180 pacientes com doenças renais informou que seu estoque de materiais terá duração até terça-feira, 29 de maio, no primeiro turno. Após esse período provavelmente não haverá mais como tratar os pacientes. “Já em Governador Valadares, as clínicas estão em alerta, pois os insumos estão chegando ao fim, e um caminhão carregado com capilares está parado em um dos bloqueios”, frisa Calazans. No Vale do Aço o serviço que atende a mais de 420 pacientes têm estoque até a próxima dia 29 de maio.

O presidente da SMN revela que no caso das clínicas de diálise o problema não é apenas econômico: “Para a realização de uma sessão de hemodiálise são necessários vários materiais e a falta de um deles, por menor que seja, impede a realização do procedimento. Os pacientes renais crônicos dependem do tratamento para sobreviverem. O setor está no limite, devido à peculiaridade do serviço de diálise, à necessidade de continuidade do tratamento e à fragilidade dos pacientes”, sintetiza.

“Compreendemos a seriedade do movimento, mas no momento estamos receosos com o impacto que ele pode gerar nos serviços de hemodiálise, porque o transporte é fundamental para a chegada de insumos e materiais para o tratamento dos pacientes”, explica Daniel Calazans. Segundo ele, a SMN já notificou as secretarias de saúde (municipais e estadual) e o Ministério Público.

24 maio 2018

Conheça os efeitos do estresse na saúde bucal

Arquivado em saúde, Saúde Bucal

saúde bucal

Cerca de 90% da população mundial sente no corpo os efeitos do estresse, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), em pesquisa realizada em 2013.  O Brasil é considerado o segundo país mais estressado do mundo, atrás apenas do Japão, de acordo com pesquisa realizada pela Associação Internacional do Controle do Estresse.

As consequências  podem ser sentidas na boca, como: aftas, hálito desagradável, sangramento na gengiva, boca seca, rachadura nos lábios, herpes e, até mesmo, a perda do dentes.  O estresse libera os hormônios: hidrocortisona e cortisol, provocando um efeito pró-inflamatório, que ameaça a saúde dos dentes.

Em exposição à situação de estresse, a pessoa pode desenvolver o bruxismo, um transtorno  caracterizado pelo ranger dos dentes e apertar involuntariamente dos dentes. Além de desgastar e torna-los extremamente sensíveis, o bruxismo pode levar a dores de cabeça.

SAIBA MAIS: com Dr. Paulo Coelho Andrade, mestre em Implantodontia pelo Centro de Pesquisas Odontológicas de Campinas e especialista em Implantodontia pela Associação Brasileira de Odontologia.

TRATAMENTO

Página 5 de 511 ...123456789... 51Próximo