Categoria "Vegetarianos & Vegas"
20 mar 2020

Alimentação que favoreça a imunidade do organismo é fundamental em tempos de coronavírus

 

Por Monica Vitorino nutricionistamonicavitorino@gmail.com

WhatsApp (31) 9311 4609

Neste momento de quarentena é crucial fortalecer o sistema imunológico, além de garantir a proteção antiviral. Estratégias alimentares simples e eficientes potencializam nossa imunidade e nos protegem diante às adversidades!
A composição dos alimentos e toda sua riqueza de micronutrientes, fibras e compostos fitoquímicos são imprescindíveis na modulação imunológica.

Então, é o momento de adquirir e/ou reforçar pequenos hábitos que fazem toda a diferença:

– Ao acordar, um shot de água com limão, própolis e gengibre. Também vale óleo de copaíba, óleo de coco, cúrcuma e sempre, o poderoso suco verde, rico em clorofila, minerais e fitonutrientes.

– No café da manhã, inserir 1 ou 2 colheres de sopa de aveia ou levedura nutricional aumenta a oferta de fibras betaglucanas que auxiliam na ativação de células natural-killers. Frutas ricas em vitamina C como a acerola e o kiwi associados à fontes de proteínas de qualidade como grão de bico, quinoa, lentilhas que também são sugestões para compor a primeira refeição do dia.

-No lanche da manhã, o mix de castanhas, amêndoas, sementes de abóbora e girassol pela ótima concentração de zinco, magnésio, vitamina E e selênio. Também o chá de gengibre ou equinácea é bem vindo.

– No almoço, vegetais devem ser a base do prato! Busque consumir pelo menos 3 a 5 cores diferentes, com destaque àqueles de cor verde escura pelo teor de folato, magnésio, fibras, ferro, vitamina C e carotenóides.  Azeite ou óleo de coco para cozinhar devido a composição ótima de ácidos graxos.

– À tarde, como suporte antiviral, chás ricos em ácido cafeico como o chá de sálvia ou sabugueiro auxiliam bastante!
-No jantar, apenas alimentos cozidos ou frutas frescas para facilitar a digestão. Sempre muita cúrcuma, alho e cebola pela alta concentração de curcumina e quercetina.

– Na ceia, chás são ótimas opções: camomila, mulungu, erva cidreira.

A nutrição da alma com meditações, muita água para manter a eletricidade do corpo atuante, respiração profunda, banhos de sol sempre quando possível e a certeza de que tudo é passageiro compõem o menu.

25 out 2019

Luisa Mell é atacada nas redes sociais após publicação contra o sacrifício de animais

OPINIÃO. É difícil ir contra o sacrifício quando o Supremo Tribunal Federal (STF) considera a prática constitucional.  E ainda tem a “galera do bem” que acha normal um ser vivo ser sacrificado em nome de uma religião. Geralmente são os mesmos que condenam o sacrifício do Cordeiro de Deus…

“Não tenho palavras, só choro. Em nome de uma religião, de uma crença, em um ritual, esse filhotinho teve as duas patinhas de trás e as orelhas cortadas, lentamente. Conseguimos fazer seu resgate antes de seu ‘sacrifício final’, desabafa Luisa Mell

Qual a finalidade do sacrifício animal em um ritual religioso? Você sabe?

Saiba mais sobre a polêmica envolvendo a ativista da causa animal, Luisa Mell.

Página 1 de 212