Facebook Twitter Youtube Google+ Image Map
04 nov 2015

Grandes marcas apostam no mercado vegetariano

Arquivado em Comportamento
cerveja

Divulgação

Estima-se que 4% da população brasileira, cerca de 7,6 milhões de pessoas, seja de vegetarianos, muitos deles, veganos. Dados do Instituto Ipsos reforçam que 28% dos brasileiros têm procurado comer menos carne. De olho em um mercado cada vez mais promissor, grandes marcas apostam em produtos livres de ingredientes de origem animal.

Os vegetarianos poderão, em breve, degustar uma Guinness sem medo depois que os fabricantes da cerveja irlandesa decidiram parar de usar gelatina de peixe na filtragem do produto. A empresa Diageo, proprietária desta cerveja preta fabricada desde 1759, divulgou que, a partir de 2017, vai parar de usar a ictiocola, uma gelatina feita da bexiga de peixes, utilizada no processo de elaboração da cerveja, do vinho e na confeitaria.

A ictiocola não tem sabor, mas serve para acelerar a filtragem, o clareamento e o refino da cerveja, o processo que elimina as partículas em suspensão do mosto. É uma substância obtida de bexigas secas de peixes. A organização Barnivore tem, em sua página na internet, uma lista de vinhos e cervejas aptas para “veganos” – vegetarianos que não consomem absolutamente nada de origem animal. Segundo a Barnivore, as marcas espanholas San Miguel e Estrella, a brasileira Skol, a argentina Buenas Ondas, a holandesa Heineken e a mexicana Modelo estão entre as cervejas aptas para veganos.

SANDUBA VEGA

sanduba

Reprodução

Já está no cardápio do Burger King o primeiro “hambúrguer vegetariano” da rede por R$ 16,90.  O “Veggie Burger” é um sanduíche feito com um empanado em vez de hambúrguer de carne. Mas, ao contrário do que costuma ser oferecido como principal alternativa ao público vegetariano, não traz soja na sua fórmula, segundo a marca.

A rede de fast-foof informa que o sanduíche é feito com um empanado à base de batata, shimeji, shitake e recheio de queijo derretido. É montado em pão integral, e contém ainda maionese, queijo em fatia, alface, tomate e cebola.

“Antes de planejar a introdução do Veggie Burger no país, a rede realizou diversas pesquisas com consumidores vegetarianos. Foram dois anos de testes, fórmulas e ingredientes até chegar ao sabor”, informou o Burger King, em comunicado.

*