Facebook Twitter Youtube Google+ Image Map
12 fev 2020

Hospital Paulo de Tarso é pioneiro com instalação de usina solar

Por Raquel Gontijo, jornalista. Em dezembro do ano passado, o Hospital Paulo de Tarso – Hospital de Transição, tornou-se o primeiro hospital de Belo Horizonte a implementar uma usina fotovoltaica que garante a produção de 100% da sua demanda energética, sendo ainda a de maior capacidade instalada em todo Estado de Minas Gerais. Outras inovações foram a troca do sistema de iluminação que agora possui 100% das lâmpadas com a tecnologia em LED, e a instalação de um sistema de aquecimento solar com apoio a gás.

De acordo com a Gerente de Operações do hospital, Daylane Sales, as novas instalações têm como principal objetivo promover sustentabilidade de negócios com gestão ambiental e social. Através da iniciativa, o hospital passa a ser uma instituição geradora de energia limpa e renovável, tornando-se sustentável e redutora de emissão de CO2 na atmosfera. A gerente destaca ainda que a produção própria da energia reduz significativamente o custo com a compra de energia elétrica.

Segundo o hospital, a implantação da nova infraestrutura é uma iniciativa da alta Direção do HPT. O financiamento do investimento foi viabilizado através de uma linha de crédito especial captada junto ao Sicoob – Credicom. Ainda foram realizados estudos de rentabilidade econômica e fluxo de caixa do projeto. Até o primeiro semestre de 2020, já estão provisionados mais de R$ 3 milhões de reais para outras melhorias.

A usina fotovoltaica implantada no Paulo de Tarso ocupa uma área total de 800m² distribuída em 396 painéis. “O sistema é todo monitorado remotamente, onde o acompanhamento da produção da geração de energia é diariamente monitorado pela equipe de Manutenção do HPT e da equipe de engenheiros da empresa responsável pela instalação da usina. A usina está em produção máxima e atinge todos os patamares projetados”, declara a gerente.

De acordo com a instituição, o tempo de instalação da infraestrutura teve a duração de 08 meses. As etapas incluíam fase de estudo da proposta; elaboração da viabilidade do projeto; aprovação de projeto junto a CEMIG; obras de adequação de infraestrutura; e instalação das placas fotovoltaicas e da usina, concluído em dezembro de 2019.

Dr. Carlos Eduardo Costa, Presidente do Paulo de Tarso e André Novais, Diretor da Broenergy

Mais qualidade para a assistência

A sustentabilidade ambiental e econômica alcançada pelo hospital através da nova infraestrutura impacta de forma positiva também no atendimento aos pacientes. O Gerente de Controladoria do hospital, Carlos Manoel, afirma que, “a economia gerada para o Hospital é diretamente investida na melhoria contínua a pacientes e acompanhantes. O que antes era pago a Cemig volta em benefício e em prol do paciente, com melhorias no atendimento e na estrutura hospitalar”.

Outra mudança anunciada pelo hospital é que está previsto para o HPT tornar-se uma das primeiras instituições 100% digital do Brasil, migrando para característica de “hospital sem papel”, com todos os seus colaboradores obtendo certificados eletrônicos para assinatura. Assegurado pela legislação, a assinatura eletrônica serve para assinar qualquer documento eletrônico e tem validade jurídica inquestionável, o que garante a segurança da autenticidade do documento e resguarda a quanto a violação e ou adulteração de documentos.

O gerente declara que com assinatura digital, “eliminamos o uso de papel; processo manual de coleta de assinaturas; a guarda física e descarte de documentos; diminuição dos custos de emissão; simplificando processos e ganhos de agilidade no negócio e na formalização de documentos”.

Além disso, vantagens como segurança, economia de tempo, eficiência no fluxo de trabalho e facilidade de rastreabilidade de documentos; são benefícios que voltam para a assistência. Os impactos positivos transformam-se em redução de tempo, que voltam para o cuidado ao paciente, e a redução de custos volta em forma de melhorias em estruturas, equipamentos e capacitação técnica dos funcionários.

11 fev 2020

Bloco de carnaval de palhaços leva folia para hospitais de Minas Gerais

Foto: Carol Reis

Este ano são esperadas 5 milhões de pessoas para o carnaval em Belo Horizonte. Para garantir que pessoas hospitalizadas ou acolhidas em instituições aproveitem esta grande festa, o Instituto Hahaha leva a folia até elas. De 13 de fevereiro a 1 de março, os artistas palhaços promovem o Bloco Hahaha em 7 hospitais da Rede SUS, 1 Instituição de Longa Permanência para Idosos e 2 Unidades de Acolhimento Institucional de Minas Gerais.

O cortejo carnavalesco terá figurino com adereços da época, além de marchinhas e a famosa paródia anual criada pelos próprios artistas. Este ano, a música escolhida é a “Tudo OK”, de Thiaguinho MTr. O Instituto lançará nesta quinta-feira o clipe oficial da “Brota no Plantão”, uma versão com a participação especial dos idosos do Instituto Geriátrico Afonso Pena (IGAP). Há anos, as paródias tem extrapolado fronteiras físicas e conquistado o afeto de milhões de pessoas na grande avenida virtual das redes sociais, como o vídeo da paródia “Funk das Enfermeiras” que já teve mais de 17 milhões de visualizações.

A largada dos cortejos acontece em Ipatinga, no Vale do Aço, no dia 13 de fevereiro no Hospital Márcio Cunha, da Fundação São Francisco Xavier. Em seguida, em Belo Horizonte, os cortejos passarão pelos seguintes locais: Hospital Infantil João Paulo II e Hospital João XXIII – Rede Fhemig (14/02), Santa Casa BH e Instituto Geriátrico Afonso Pena (17/02), Hospital da Baleia e Casa dos Pequenos (18/02), Hospital Paulo de Tarso e Casa Tremedal (19/02), e Hospital das Clínicas – UFMG (20/02).

Para o Gestor de Criação e Manutenção Artísticas do Instituto, Eliseu Custódio, o Bloco Hahaha é uma forma de conectar as pessoas privadas de participar da folia com o que acontece fora dos ambientes de saúde e de acolhimento. “O ritmo do carnaval nestes ambientes impulsiona um movimento que é orgânico, o de festejar. Levar a energia do carnaval para esses espaços automaticamente já ativa a memória corporal do balanço, do gingado e da celebração”.

Chefe da unidade de Pediatria do Hospital das Clínicas-UFMG, Regina Celi Marques de Almeida, afirma que: “as ações em datas festivas são aguardadas com muito entusiasmo não só pelos pacientes, mas por toda comunidade hospitalar (servidores, acompanhantes, visitantes e equipe acadêmica). Duas palavras define este projeto: profissionalismo e doação. O que me chama mais atenção, é a aceitação do público. Momento mágico, que transforma a tristeza em Alegria”.

Instituto Hahaha. Novidades em 2020

Instituto Hahaha tem muitos motivos para fazer folia neste ano! Além da Residência Artística iniciada em Ipatinga, há um novo marco: a expansão das intervenções dos palhaços para as Unidades de Acolhimento Institucional (Uai’s) Casa dos Pequenos e Casa Tremedal, em Belo Horizonte. Desde janeiro, crianças e adolescentes em situação de acolhimento institucional recebem uma vez por semana a visita dos artistas palhaços.

O Bloco Hahaha é executado por meio do Ministério da Cidadania e Pátria Amada Brasil, da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, e do Fundo Municipal do Idoso, com o patrocínio da Drogaria Araujo, Cemig, Usiminas, ArcelorMittal, Viena Siderúrgica, Vaccinar, Abbott, Mater Dei, Uber, Magotteaux Brasil, Biohosp, Thermotelha e ThermJet, Hidropoços, e apoio de Lyon Engenharia, Instituto Usiminas e Fundação São Francisco Xavier.

Programação

13/02 – Hospital Márcio Cunha – Ipatinga – 9h30

14/02 – Hospital Infantil João Paulo II – 11h

14/02 – Hospital João XXIII – Rede Fhemig 10h

17/02 – Santa Casa BH – 10h

17/02 – Instituto Geriátrico Afonso Pena – 12h

18/02 – Hospital da Baleia – 10h

18/02 – Casa dos Pequenos – 14h30

19/02 – Hospital Paulo de Tarso – 10h

19/02 – Casa Tremedal – 17h

20/02 – Hospital das Clínicas UFMG – 10h

07 fev 2020

Funcionários do Hospital de Monte Azul promovem uma rifa para deixar a pediatria mais humanizada

O Hospital Nossa Senhora das Graças de Monte Azul, Norte de Minas, inaugurou, no último dia 25/01, a reforma da ala de pediatria da instituição, com o objetivo de humanizar o atendimento das crianças internadas. Ficou muito lindo!!!

Segundo o gestor do hospital, Célio André Silva Castro, a iniciativa partiu do setor de Serviço Social, por meio da mobilização das colaboradoras Alessandra Antunes Silva Brito e Elisângela Antunes Vieira. A  reforma foi possível com o apoio do Grupo de Trabalho Humanização, que envolveu todos os colaboradores do hospital. Eles promoveram uma rifa e arrecadaram doações, totalizando R$ 15.550,00.

A reforma da pediatria, que possui 05 leitos, incluiu a troca do piso, janelas, berços, leitos, banheiros e pinturas com o tema “A beleza do mar”. De acordo com o gestor da instituição, o tema foi escolhido através de uma pesquisa realizada com as crianças internadas, que escolheram o mar, retratando o acolhimento de suas ondas e seus mistérios. “É um ambiente de paz envolvido com harmonia de cores, que é o que mais temos que ter em um hospital, o acolhimento humanizado aos nossos pequenos”, afirma o administrador. Ainda de acordo com ele a arte foi feita por um profissional que reside na cidade.

O Hospital Nossa Senhora das Graças é uma instituição que oferece 90% dos seus serviços ao SUS. O hospital atende 05 municípios da região e uma população de 82.0000 a 85.000 mil habitantes. Além disso a instituição possui um Pronto Socorro 24 horas; serviços de urgência; realiza cirurgias eletivas; atendimento e exames ambulatoriais e é referência na região.

Página 3 de 2371234567... 237Próximo