Facebook Twitter Youtube Google+ Image Map
10 jan 2019

Hidratação para cabelo com óleo: por que fazer nutrição nos fios?

Google

Google

Assim como tudo no corpo, os fios precisam de diferentes nutrientes para repor a massa perdida no dia a dia. Além da hidratação para o cabelo, a nutrição – também conhecida como umectação – é a etapa que conta com óleos nutritivos para cuidar das escamas capilares. “A umectação é indicada para repor a oleosidade e os lipídios da fibra capilar”, explica a dermatologista Sábata Reis.

Mas seria melhor usar os óleos puros em vez de máscaras de hidratação que os contenham na formulação? Para a dermatologista Gabriela Cunha Capareli, a escolha depende da necessidade de cada cabelo. “A combinação de substâncias depende do objetivo: somente hidratar, hidratar e nutrir ou restaurar”.

O importante é que, de tempos em tempos, se faça uma nutrição para devolver aos fios a maleabilidade. Mesmo quem tem cabelo oleoso pode investir em produtos com esse propósito, evitando o contato direto com a raiz sempre. Essa região já tem maior produção das glândulas sebáceas e o excesso pode causar efeito rebote.

Como fazer hidratação para cabelo com óleo

Uma das vantagens da hidratação para cabelo com óleo é que ela pode ser realizada de diversas maneiras. E uma delas encaixa perfeitamente na sua rotina, ou seja, nada de desculpas para pular a etapa, viu?

• Pode ser usado à noite como um leave-in antes de dormir. Com o cabelo limpo, aplique nos fios sem chegar na raiz para fazer uma umectação noturna.

• Ou, como selador das cutículas, depois de lavar e hidratar o cabelo. O Óleo Nutrição e Brilho, de Plant, conta com óleos nutritivos de noz pecã, macadâmia e gergelim que blindam os fios contra os danos.

• Turbine a máscara de tratamento que você gosta também com o Óleo Nutrição e Brilho.

• Quer uma máscara que já tenha um complexo de óleos nutritivos? Então aposte na Máscara de Tratamento Nutrição e Brilho, de Plant, para uma umectação poderosa no banho!

• Para quem não tem cabelo oleoso, a linha completa de Shampoo e Condicionador Nutrição e Brilho traz as vantagens dos óleos para os cuidados diários nas lavagens.

* Os especialistas consultados nesta matéria foram ouvidos como fontes jornalísticas, não se utilizando do espaço para a promoção de qualquer produto ou marca.

Os produtos acima podem ser encontrados na Rede Natura.

09 jan 2019

Santa Casa de BH: Hospital pioneiro na capacitação de funcionários na língua brasileira de sinais

Arquivado em Cidade, Comportamento, cursos, saúde

sinaisO maior hospital filantrópico de Minas Gerais deu mais um passo importante no acolhimento às pessoas com deficiência (PCDs). Para estimular a educação inclusiva, a instituição iniciou a primeira turma do curso de Libras – Língua Brasileira de Sinais – para seus funcionários. A iniciativa pioneira foi possível graças à apro­vação de um projeto no Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência (PRONAS/ PCD) em 2017. Com duração de 60 horas, a capa­citação tem o objetivo de preparar os profissionais, ampliar as possibilidades de inclusão de PCDs e criar ambientes acessíveis.

A primeira turma – formada por 30 alunos das áreas assistenciais e de atendimento ao público – se encerra no dia 16/01. As aulas são ministradas pelo professor Marlon Loureiro Ulhoa, da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis), nas terças e quartas-feiras, das 14 às 18 horas. Em 2019, serão ofere­cidas mais seis turmas, capacitando 180 alunos. Deste total, 70 são funcionários da Prefeitura de Belo Horizonte.

De acordo com a superintendente de Recursos Humanos da instituição, Clarinda Maria de Macedo, o curso está indo além do cumprimento da legislação: “percebemos o interesse dos participantes em aprender e multiplicar esse conhecimento, permitindo que mais profissionais olhem para as pessoas com deficiência de forma igualitária, inclusiva e sem preconceito. Com isso, a Santa Casa BH também cumpre o seu papel de humanização”.

08 jan 2019

Campeões deixam dicas de sucesso na hora de praticar esportes

esporte 1

Crédito: John Wnguyen

Um aspecto muito relevante da concentração é poder manter o foco no que você está fazendo. Não por acaso, grandes atletas de inúmeros esportes não cansam de destacar esses fatores como uma das principais chaves para seus respectivos sucessos. Mas quais são as lições que devemos absorver do esporte quanto a isso e como levá-las para o dia a dia?

Dormir bem é fundamental

Assim como a capacidade física, a habilidade psicológica também deve ser treinada. No entanto, antes de tudo, dormir bem é fundamental para conseguir treinar a mente e consequentemente aumentar os níveis de foco e concentração. LeBron James, melhor jogador de basquete do mundo, leva muito a sério a questão do sono. O atleta já afirmou em inúmeras entrevistas que dorme pelo menos oito a dez horas por noite. Para conseguir pegar no sono com maior facilidade, James utiliza um aplicativo chamado Calm (disponível nas plataformas iOS e Android).

LeBron_James_2012_USA_team

Crédito: Tim Shelby

“Não tem nada melhor do que o sono profundo para recuperar seu corpo mental e fisicamente. Até posso fazer exercícios, crioterapia, bota de compressão e tudo mais quando estou acordado. Mas após uma eficiente noite de sono me sinto novo, pronto para enfrentar o dia no mais alto nível”, afirmou o jogador em declaração ao podcast de Tim Ferriss.

Hipnose como método de concentração

“Foco, estratégia e concentração, isto é poker!”, frase de André Akkari, campeão mundial e maior nome do poker latino-americano.

Jayne Furman

André Akkari

Os esportes da mente têm papel importante no aumento do foco e da concentração, pois exigem pensamento estratégico, alto nível de compostura mental contínuo e estimulam as conexões neurais.

Além do mais, grandes atletas como Akkari, que vivem uma rotina de estudos diários e que conseguem desenvolver métodos internos para manter alto nível de foco em situações de pressão, possuem alta capacidade de concentração e se sobressaem em relação aos demais.

Um dos métodos adotados por Akkari é a hipnose esportiva, que tem como objetivo ajudar o competidor a concentrar única e exclusivamente na disputa em que está envolvido, na procura de evitar qualquer tipo de distração com ruídos externos, por exemplo.

Tenistas utilizam a música para relaxar e aumentar o foco

Atletas diferenciados fazem um mapa mental de situações adversas que possam ocorrer. Sendo assim, eles já criam previamente saídas para eventuais problemas e conseguem manter o alto nível de concentração sem perder o foco no trabalho — mesmo em momentos tensos.

Assim como imaginar prever situações, relaxar é fundamental para controlar os pensamentos. Uma das formas que os esportistas encontram maneiras de encontrar o foco é na música. É comum observar atletas de várias modalidades que entram com fones de ouvido nos vestiários horas ou até mesmo minutos antes de competir.

Crédito: Edwin Martinez

Crédito: Edwin Martinez

Uma das maiores tenistas da história, Serena Williams tem o hábito de entrar em quadra com fones de ouvido. Em 2015, ele contou ao New York Times que essa rotina aconteceu por acaso: “Eu não sei porque eu comecei. Eu fiz isso em uma partida e depois continuei, continuei e continuei. A música te coloca em uma zona e te deixa pronto.”

Outro grande tenista que não dispensa a música para melhorar aumentar seu nível de concentração é o britânico Andy Murray: “Eu sempre ouço música antes de ir à quadra, mas para mim é importante que seja bastante relaxante. Trata-se de focalizar, conservar energia e garantir que você esteja pronto para ir na hora certa.”

Evitar distrações

Para garantir alto poder de foco e concentração, grande parte dos atletas de alto rendimento evitam distrações como redes sociais e aparelhos eletrônicos em momentos inadequados, principalmente na véspera de eventos importantes.

Stephen Curry, um dos principais jogadores de basquete do mundo e atual bicampeão da NBA, tem o hábito de evitar redes sociais em partidas decisivas.

Crédito: Keith Allison

Crédito: Keith Allison

“Quando você está realmente tentando se concentrar e manter o foco, você não quer ter distrações desnecessárias durante este período (decisivo) da temporada. Temos metas a cumprir e você quer ter certeza de que está dando tudo de si”, disse o craque para a emissora norte-americana CBS.

Colocando em prática

É óbvio que não é preciso ser um grande atleta para aprimorar o foco e a concentração, mas seguir parte dos exemplos citados acima pode ajudar a qualquer um a ter um ganho em sua vida pessoal ou profissional. Além do mais, fica claro o importante papel do esporte no ganho do foco e da concentração, já que sem esses atributos é praticamente impossível atingir a excelência em qualquer área.

Página 5 de 1751 ...123456789... 175Próximo