Facebook Twitter Youtube Google+ Image Map
31 dez 2018

Cenas urbanas: os adoráveis gatos do Parque Municipal de BH conquistaram meu coração

gato2

O ano de 2018 não foi fácil para mim. Foram muitas inquietudes, provações e batalhas, além de presenciar momentos difíceis na política brasileira. No entanto, o “Ano Velho” deixou algo especial na minha vida: o hábito saudável de caminhar, praticamente todos os dias, em um dos locais mais exuberantes da capital mineira, o Parque Municipal de Belo Horizonte. É o patrimônio ambiental mais antigo de BH e foi projetado no final do século XIX pela comissão construtora encarregada de planejar a nova capital de Minas Gerais. Possui uma área de 182 mil metros quadrados de extensa vegetação. Abriga o Teatro Francisco Nunes, Orquidário, um pequeno parque de diversões e a parte dos fundos do Palácio das Artes. Foi lá que encontrei o principal motivo de sempre voltar: a amizade. Fiz vários amigos especiais, entre moradores de rua, gatos e cuidadores de felinos. É muito amor, minha gente!

Nunca imaginei sentir tanto afeto pelos gatinhos… Sempre fui mãe de cachorro. Acreditei até em possuir um temperamento canino. Com relação aos felinos, só tinha olhos voltados para a onça-pintada, o jaguar (onça-pintada), o maior das Américas.  Agora, me vejo rodeada de gatos. Dois, em especial, me adotaram! É incrível! Nem preciso levar petiscos para atraí-los. Para falar a verdade, hoje foi a primeira vez que comprei um pacotinho de biscoitos para gatos. Não vejo a hora de agradar meus amores!

É impossível ficar indiferente diante dos gatos do Parque Municipal de BH. Por isso, sempre há no local voluntários dispostos a contribuir com o bem estar dos adoráveis bichinhos. Os moradores de rua, que frequentam o parque, estão sempre atentos e sabem informar o paradeiro de cada um. A Prefeitura é responsável por castrá-los e vaciná-los. Só não consigo aceitar o corte nas orelhinhas para identificá-los, mas minha indignação é pauta para outra postagem. Preciso investigar melhor os motivos de tal decisão. Nada de julgamentos, sem argumentos, né?

Bastet,Os gatos fazem história. No antigo Egito, eles ajudaram os governantes a controlar os ratos que infestavam a região, destruindo as colheitas de grãos e cereais, além de espalharem doenças. Por isso, os egípcios dedicavam rituais de veneração aos gatos, como por exemplo, costumavam raspar as sobrancelhas em sinal de luto quando um bichinho de estimação morria. As mulheres acreditavam que os bichanos representavam a beleza. Elas pintavam os olhos na tentativa de conseguir imitar o olhar felino. Os gatos tinham direitos aos ritos fúnebres, sendo embalsamados e sepultados. No século XIX, arqueólogos descobriram mais de 300 mil múmias de gatos num cemitério em Tall Bastah, cidade no delta do rio Nilo onde ficava o principal templo da deusa Bastet, representante do amor materno e trazia proteção aos lares.

Maneki-Neko-JapaoOs japoneses também são conhecidos pelo amor aos gatos. Em 22 de fevereiro é comemorado o Neko no Hi, o Dia do Gato no Japão.

Já o Maneki Neko, que significa “gato acenando”, é o gato da sorte japonês. A figura feita de cerâmica também tem um dia comemorativo (29/09). Apesar de ser originalmente branco, ao longo do tempo, o gato japonês passou a ser comercializado nas mais variadas cores, sendo a cada uma delas atribuído um significado diferente.

Significado das Cores do Maneki Neko. Confira:

• Maneki Neko Branco: Traz sorte e felicidade
• Maneki Neko Preto: Afasta os maus espíritos e protege de doenças
• Maneki Neko Dourado: Traz Riqueza e Prosperidade
• Maneki Neko Prateado: Traz saúde e longevidade
• Maneki Neko Rosa: Sucesso no amor e nos negócios
• Maneki Neko Verde: Traz sucesso acadêmico e profissional
• Maneki Neko Amarelo: Traz boas amizades e relacionamentos
• Maneki Neko Vermelho: Protege contra os espíritos malignos e doenças
• Maneki Neko Azul: Ajuda a realizar os sonhos.

gato flor 2

Quando estava brincando com meu amiguinho, recebi das mãos de um morador de rua uma rosa artesanal feita por ele. Que emoção! São pequenos gestos que fazem toda diferença. Gratidão, amigo! Que 2019 seja de muito amor.

gato flor

 

28 dez 2018

Diabetes terá alta de 48% e poderá ser vista como epidemia, em 2045

Arquivado em Uncategorized

diabetes2“A diabetes é uma doença, digamos, traiçoeira. Ela ataca sorrateira e os sintomas aparecem aos poucos. Basicamente, o corpo humano começa a apresentar uma disfunção na produção da insulina – hormônio responsável pela absorção da glicose – através do pâncreas. A falta de glicose bem distribuída no organismo acarreta uma série de maus funcionamentos em vasos sanguíneos levando complicações a órgãos como rins e olhos, além de ocasionar má circulação de sangue em extremidades do corpo como a perna”, explica Dr. Henrique Eloy, médico clínico geral, especialista em cirurgia e endoscopia bariátrica e gastroenterologia.

Diante disso, especialistas do mundo inteiro trabalham numa série de artigos conhecida por Atlas da Diabetes. Segundo os documentos, a Federação Internacional de Diabetes (IDF, na sigla em inglês), comprovou um aumento de 10 milhões de pessoas com a doença ao longo de 2016 e 2017. E essa mesma pesquisa avalia que em 2045, aproximadamente 630 milhões de pessoas estejam dentro do diagnóstico de algum dos três tipos de diabetes.

Tantos casos, se comparados ao atual momento, representarão um aumento de 48%. Hoje são cerca de 310 milhões de registros no mundo, sendo a Índia o país com maior índice – 114 milhões de pessoas. O Brasil é o quarto desta lista, com pouco mais de 12 milhões de doentes. Já na projeção para 2015, deveremos descer uma posição. Seremos o quinto colocado, porém, devido ao suposto aumento, poderemos chegar a mais de 20 milhões de casos.

Todas essas pessoas serão 22% da população mundial. O que significa que ao menos dois a cada dez indivíduos serão portadores da doença. Num outro ponto de vista, temos a questão de quanto custará tratar todas essas pessoas. Em 2017 foram gastos US$ 727 bilhões no mundo com o diabetes. Se o custeio dos tratamentos acompanhar a projeção de doentes, serão gastos mais de US$ 1 trilhão apenas em 2045.

“Epidemia é quando há uma alta propagação de uma doença. Tais números podem sim significar uma epidemia do diabetes. E para melhorar esse quadro, o ideal é a prevenção. Principalmente de quem tenha histórico familiar. Consultas médicas periódicas, acompanhamento com especialistas e medicamentos adequados podem evitar que o diabetes seja um caos na saúde mundial”, conclui Dr. Henrique Eloy.

Por Rose Leoni. Jornalista

26 dez 2018

Vitamina C ajuda na proteção solar e pode prevenir o envelhecimento precoce da pele

Arquivado em Comportamento, saúde

vitamina-c-1024x768

Por Rose Leoni: A hidratação; a ação antioxidante, antirrugas, firmadora e clareadora de manchas; o combate a radicais livres; a proteção contra raios ultravioleta; e o estímulo da produção de colágeno, são alguns dos principais benefícios proporcionados pela vitamina C ou ácido ascórbico para o cuidado e tratamento da pele. Ao proporcionar brilho, viço e elasticidade, a vitamina também pode ser usada no combate ao envelhecimento precoce causado pelos raios ultravioleta.

Tendo em vista, o grande potencial da vitamina C para o aprimoramento e melhora no aspecto da pele, cada vez mais pessoas estão a procura por informações sobre a forma correta de ingestão e uso tópico da vitamina C, prova disso, é um estudo recente da rede social Pinterest, que demonstrou um aumento de 3.379% nas buscas por imagens que ensinam sobre a aplicação da vitamina no rosto.

De acordo com a dermatologista Monalisy Rodrigues, para ter o efeito esperado na pele, a vitamina C deve ser aplicada de forma externa por meio do uso de cremes, óleos, séruns e géis, que tenham a substância em sua fórmula. “Com a orientação de um dermatologista, o paciente pode optar pelo uso de um destes produtos, mas sempre observando as necessidades e características de sua pele. Para o combate aos radicais livres, que são responsáveis pelo ressecamento e o aparecimento de rugas, manchas e flacidez na pele, — comuns ao processo de envelhecimento precoce –, é recomendado que a vitamina C seja combinada a vitamina E, ácido ferúlico ou a retinaldeídos”, ressalta.

Além do uso tópico, uma alimentação rica em vitamina C é essencial para o fortalecimento de nosso sistema imunológico, que por sua vez influi diretamente na saúde e beleza da pele. Podemos encontrar uma maior concentração dessa vitamina em frutas como o camu-camu, acerola, goiaba, kiwi, morango, laranja, goji berry, cranberry e caju, e também em legumes como o pimentão, brócolis e couve-de-bruxelas.

Segundo Monalisy, a aplicação da vitamina C na pele pode ser iniciada a partir dos 25 anos, quando começam a aparecer os primeiros sinais de envelhecimento causado pela exposição contínua a luz solar. Mesmo com essa definição geral quanto ao início do envelhecimento da pele, os pacientes também devem ficar atentos a pequenos sinais, que muitas vezes podem demonstrar que a pele está precisando de vitamina C. “Pele fina e sem elasticidade; o aumento anormal na quantidade de rugas, linhas de expressão e vasos; a aparição de manchas; o escurecimento de regiões da pele; a fragilidade no couro cabeludo; e a demora na cicatrização e recuperação de feridas são alguns dos principais sintomas que devem ser observados”, afirma.

Quanto ao modo correto de aplicação do oxidante na pele do rosto, Monalisy recomenda que ao acordar pela manhã, o paciente lave a área, aplique de 3 a 5 gotas em cada área do rosto; espere que o produto seque ao menos por 20 minutos; e termine o processo de cuidados com a aplicação do protetor solar. “A vitamina C perdura por mais ou menos 24 horas, sendo assim, a indicação é que ela seja aplicada uma vez ao dia e sem excessos, pois a mesma é melhor absorvida em pequenas quantidades. A substância é uma boa opção para pessoas que não podem fazer uso de ácidos e se expõem com maior frequência ao sol. Mesmo sendo um agente fotoprotetor, a vitamina C sempre deve ser acompanhada pelo uso do protetor solar”, explica.

Monalisy recomenda que antes da compra de algum produto que contenha a vitamina C, o paciente confira a fórmula ou consulte a empresa fabricante para checar a concentração da substância. “No uso tópico, os produtos podem ter diferentes concentrações, que variam entre 6% e 20%. Atualmente, os produtos com 10% de concentração de vitamina C têm apresentado efeitos positivos no tratamento de casos de fotoenvelhecimento. Entretanto, é preciso lembrar que a indicação de produtos que possuem essa taxa de concentração, somente deve ocorrer mediante prescrição médica”.

Página 7 de 175«1 ...34567891011... 175Próximo