25 jan 2020

Cabelo comprido: veja 7 cuidados especiais para que tem fios longos

Arquivado em Beleza, cabelo, Comportamento

Há quem diga que o cabelo comprido dá trabalho e que é difícil de domá-lo. Mas seguindo uma rotina de cuidados especiais e usando os produtos certos da maneira correta, fica fácil conseguir um cabelo grande bem modelado, hidratado e com boa aparência da raiz às pontas.

Antes de tudo, é preciso saber que esse tipo de cabelo envolve cuidados que vão além da conhecida hidratação. A rotina passa pela melhor maneira de lavar, pentear, finalizar e até por aquela ajudinha da tesoura. Quer saber mais e colocar tudo isso em prática? É só seguir as dicas!

Lave com o shampoo ideal

O primeiro passo é acertar na escolha do shampoo. Segundo o médico e tricologista, Luciano Barsanti, diretor do Instituto do Cabelo e presidente da Sociedade Brasileira de Tricologia, o cabelo deve ser lavado com shampoo e condicionador de Ph fisiológico – entre 5 e 6 – e com ingredientes naturais na formulação.

Extrato de alecrim, rosas brancas, manteiga de Karité, murumuru, óleos vegetais como o de coco e argan são ótimos aliados. Procure escolher também shampoos com pouca quantidade de detergente lauril sulfato de sódio”, lista Barsanti.

Na hora da lavagem, o especialista aconselha não enrolar o comprimento do cabelo até o topo para esfregá-lo, isso machuca e danifica os fios. Aplique o shampoo no couro cabeludo, massageie bem e deixe ele escorrer pelo comprimento do cabelo. Na hora do condicionador, evite a raiz. E lembre-se: nada de lavar com água quente, o ideal é entre morna e fria – isso evita o ressecamento e a perda de brilho.

Hidrate as madeixas

O ressecamento é um grande vilão dos cabelos compridos, já que a oleosidade natural do couro cabeludo não chega até as pontas. Por isso, a hidratação é essencial para reconstruir os fios e devolver o brilho. “Procure hidrata-los com máscara pelo menos uma vez por semana. Ampolas de tratamento também são ótimas aliadas, mas devem ser usadas exclusivamente no comprimento e nunca no couro cabeludo,” ressalta o tricologista.

Para quem tem o cabelo grande e os fios estão mais ressecados, a Máscara Reparadora, de Natura Lumina é a escolha ideal. Ela reduz o frizz, as pontas duplas e os danos mais leves da ação da poluição e do uso do secador.

Penteie de forma correta

Pentear o cabelo comprido não é uma tarefa fácil e alguns cuidados devem ser levados em consideração. Para quem tem cabelo liso ou ondulado, o recomendado é desembaraçar antes do banho para evitar a quebra dos fios molhados. Já os fios cacheados podem ser penteados na hora do banho e após a aplicação do condicionador – isso evita os nós e deixa os cachos macios.

Aposte no leave-in

O leave-in fecha as cutículas, protege do sol, do calor do secador, ajuda no pentear, dá brilho, diminui o frizz e reduz as pontas duplas”, afirma o especialista.

Por todos esses benefícios, o produto costuma ser um ótimo aliado principalmente de fios ressecados por processos químicos. Além disso, durante o verão, ele é extremamente importante devido à proteção UV. Então, depois de dar aquele mergulho no mar ou na piscina, lave os fios em água doce e aplique o produto.

Protetor térmico como aliado

A escova e a chapinha têm feito parte da rotina de beleza de muitas mulheres. Quem gosta de usar os fios mais lisos precisa se atentar aos cuidados com os cabelos, uma vez que esses acessórios podem tracionar os fios. Para protegê-los é necessário o uso de um protetor térmico.

É aconselhável usar o produto antes da secagem e modelagem para evitar lesões na parte externa dos fios”, afirma o tricologista.

Corte as pontas

Ainda que a ideia seja manter os fios compridos, é aconselhado apará-los a cada 2 ou 3 meses. Isso evita pontas duplas, ressecamento e quebra.

Foque na alimentação!

A força do cabelo comprido também é reflexo de uma alimentação equilibrada, já que muitos nutrientes vêm de dentro para fora. Conforme o especialista, os sais minerais, vitaminas e proteínas são fundamentais para manter a estrutura saudável dos fios. “A alimentação precisa ser variada, com a presença de proteína animal ou vegetal, além de frutas, laticínios, verduras (verde escura, que tem maior quantidade de ferro) e legumes”, explica o especialista. “Ingerir pelo menos de oito a dez copos de água por dia também é fundamental.”

*O médico (ou especialista, se for o caso) consultado nesta matéria foi ouvido como fonte jornalística, não se utilizando do espaço para a promoção de qualquer produto ou marca

Os produtos acima estão disponíveis no meu espaço digital Natura.

23 dez 2019

10 dicas para curtir o verão com saúde

Arquivado em Beleza, Comportamento, saúde

No último domingo, 22/12 começou a estação  mais quente do ano. O primeiro dia do verão é conhecido como solstício de verão, que em latim significa “sol parado”.  Os dias são mais longos, as temperaturas são mais elevadas e o clima é perfeito para curtir as férias.

E como diz a canção:

“Vem chegando o verão
O calor no coração
Essa magia colorida
Coisas da vida…

Não demora muito agora
Toda de bundinha de fora
Top less na areia
Virando sereia”

(Uma Noite E Meia. Marina Lima)

O verão é uma estação cheia de sensualidade. As pessoas ficam mais solares, felizes e animadas. Especialistas mostram que a exposição à luz do sol estimula à produção de serotonina, dopamina e melatonina, logo, as pessoas tendem a reagir com maior alegria e positividade conforme o clima e a intensidade de luz do ambiente. Bom demais!

No entanto, alguns cuidados são necessários para deixar o nosso verão com sabor de festa. Selecionei 10 dicas para você curtir a estação mais quente do ano com saúde. Confira:

  1. Aposte em um protetor solar de boa qualidade (FPS 30 ou mais), mesmo nas peles mais morenas;
  2. Bonés, óculos, chapéus são acessórios que protegem a pele dos raios nocivos do sol. São formas de proteção solar que fazem toda a diferença nos dias mais quentes;
  3. Água limpa hidrata nosso organismo. Beba pelos menos 2 litros de água por dia;
  4. Coloque pedacinhos de frutas ou folhas de hortelã nos cubinhos de gelo. São opções deliciosas na hora de servir um suco natural;
  5. Use roupas claras e confortáveis
  6. Os lábios também pedem proteção. Prefira batons cremosos e com hidratantes na composição do produto;
  7. Após o banho, use um creme hidratante corporal com prebióticos (auxiliam na proteção e estímulo das defesas da pele). Experimente colocar o creme um pouquinho na geladeira. É muito bom.
  8. Chá mate com limão e gelo é muito bom para aliviar o calor.
  9. Deixe na bolsa um pacote de lenços umedecidos para limpar e refrescar o rosto
  10. Aposte nas colônias/perfumes com fragrâncias suaves e cítricas

Chá mate com limão 

Modo de Preparo

Coloque o chá – mate, juntamente com a água para ferver até obter uma cor escura.
Coe e espere esfriar.
Enquanto o chá esfria coloque o suco do limão e o açúcar no liquidificador.
Quando o chá estiver frio coloque – o também no liquidificador e deixe bater.
Sirva com cubos de gelo.

Bom verão!

26 dez 2018

Vitamina C ajuda na proteção solar e pode prevenir o envelhecimento precoce da pele

Arquivado em Comportamento, saúde

vitamina-c-1024x768

Por Rose Leoni: A hidratação; a ação antioxidante, antirrugas, firmadora e clareadora de manchas; o combate a radicais livres; a proteção contra raios ultravioleta; e o estímulo da produção de colágeno, são alguns dos principais benefícios proporcionados pela vitamina C ou ácido ascórbico para o cuidado e tratamento da pele. Ao proporcionar brilho, viço e elasticidade, a vitamina também pode ser usada no combate ao envelhecimento precoce causado pelos raios ultravioleta.

Tendo em vista, o grande potencial da vitamina C para o aprimoramento e melhora no aspecto da pele, cada vez mais pessoas estão a procura por informações sobre a forma correta de ingestão e uso tópico da vitamina C, prova disso, é um estudo recente da rede social Pinterest, que demonstrou um aumento de 3.379% nas buscas por imagens que ensinam sobre a aplicação da vitamina no rosto.

De acordo com a dermatologista Monalisy Rodrigues, para ter o efeito esperado na pele, a vitamina C deve ser aplicada de forma externa por meio do uso de cremes, óleos, séruns e géis, que tenham a substância em sua fórmula. “Com a orientação de um dermatologista, o paciente pode optar pelo uso de um destes produtos, mas sempre observando as necessidades e características de sua pele. Para o combate aos radicais livres, que são responsáveis pelo ressecamento e o aparecimento de rugas, manchas e flacidez na pele, — comuns ao processo de envelhecimento precoce –, é recomendado que a vitamina C seja combinada a vitamina E, ácido ferúlico ou a retinaldeídos”, ressalta.

Além do uso tópico, uma alimentação rica em vitamina C é essencial para o fortalecimento de nosso sistema imunológico, que por sua vez influi diretamente na saúde e beleza da pele. Podemos encontrar uma maior concentração dessa vitamina em frutas como o camu-camu, acerola, goiaba, kiwi, morango, laranja, goji berry, cranberry e caju, e também em legumes como o pimentão, brócolis e couve-de-bruxelas.

Segundo Monalisy, a aplicação da vitamina C na pele pode ser iniciada a partir dos 25 anos, quando começam a aparecer os primeiros sinais de envelhecimento causado pela exposição contínua a luz solar. Mesmo com essa definição geral quanto ao início do envelhecimento da pele, os pacientes também devem ficar atentos a pequenos sinais, que muitas vezes podem demonstrar que a pele está precisando de vitamina C. “Pele fina e sem elasticidade; o aumento anormal na quantidade de rugas, linhas de expressão e vasos; a aparição de manchas; o escurecimento de regiões da pele; a fragilidade no couro cabeludo; e a demora na cicatrização e recuperação de feridas são alguns dos principais sintomas que devem ser observados”, afirma.

Quanto ao modo correto de aplicação do oxidante na pele do rosto, Monalisy recomenda que ao acordar pela manhã, o paciente lave a área, aplique de 3 a 5 gotas em cada área do rosto; espere que o produto seque ao menos por 20 minutos; e termine o processo de cuidados com a aplicação do protetor solar. “A vitamina C perdura por mais ou menos 24 horas, sendo assim, a indicação é que ela seja aplicada uma vez ao dia e sem excessos, pois a mesma é melhor absorvida em pequenas quantidades. A substância é uma boa opção para pessoas que não podem fazer uso de ácidos e se expõem com maior frequência ao sol. Mesmo sendo um agente fotoprotetor, a vitamina C sempre deve ser acompanhada pelo uso do protetor solar”, explica.

Monalisy recomenda que antes da compra de algum produto que contenha a vitamina C, o paciente confira a fórmula ou consulte a empresa fabricante para checar a concentração da substância. “No uso tópico, os produtos podem ter diferentes concentrações, que variam entre 6% e 20%. Atualmente, os produtos com 10% de concentração de vitamina C têm apresentado efeitos positivos no tratamento de casos de fotoenvelhecimento. Entretanto, é preciso lembrar que a indicação de produtos que possuem essa taxa de concentração, somente deve ocorrer mediante prescrição médica”.

Página 1 de 212