25 dez 2018

Policiais militares soltam a voz em um shopping de BH

Arquivado em Cidade, Comportamento

PM MUSICA

Policiais Militares da Academia Musical Orquestra Show (AMOS) participaram de um flash mob, no último dia 13, no Shopping Diamond  – bairro de Lourdes, em Belo Horizonte. Para quem não sabe, “Flash Mobs” são aglomerações instantâneas de pessoas em um local público para realizar determinada ação inusitada previamente combinada, estas se dispersando tão rapidamente quanto se reuniram. A expressão geralmente se aplica a reuniões organizadas através de e-mails ou meios de comunicação social.

Com um repertório que agrada os mais diversos públicos, os policiais da AMOS realizam diversas apresentações e são sempre muito aplaudidos por onde passam. Não foi diferente no Diamond, em pleno clima de Natal! Eles agradaram os clientes com músicas eternizadas dos Beatles que falam de amor.  Confira! É muitooooo amor! Parabéns, guerreiros. Feliz Natal!

19 dez 2018

OVNI com formato estranho ainda intriga moradores de Januária

Arquivado em Cidade, Comportamento, Ufologia
image_6483441 (1)

Placa de cobre com 6 símbolos desconhecidos encontrada na mata ciliar do Rio São Francisco após a suposta queda de um OVNI. A placa mede 14,6 x 8,9 cm.

Por Albert Eduardo. Consultor da Revista Ovni Pesquisa

Após 7 dias do Caso Varginha, um OVNI com formato estranho foi avistado por funcionários de um clube de pesca em Januária, MG. Segundo eles, o mesmo teria feito manobras e caído em uma mata à beira do Rio São Francisco.

A edição de nº 26, ano 1, sábado, dia 27 de janeiro de 1996 do jornal “A HORA” de Januária circulou em sua capa o seguinte título. “Objeto voador não identificado cai em Januária.”

Tomando conhecimento do fato, por meio de informantes na região, parti imediatamente para a cidade. Uma longa viagem, na época mais de 10 horas e com travessia de balsa pelo Rio São Francisco. Ao chegar, levantei as primeiras informações e visitei o clube de Pesca Carcará, de propriedade do Sr. José Domingos Coutinho.

Os funcionários do clube, Arnaldo Eloi de Oliveira e Francisco Alves de Souza, observaram no dia 23 de janeiro de 1996, um estranho objeto que segundo eles fazia movimentos oscilatórios e media por volta de 6 a 8 m. O objeto tinha a forma de uma chapa com as pontas dobradas. O objeto teria perdido altitude e caído na mata.

Fizemos uma expedição ao local de difícil acesso mas não encontramos nada. Decidi voltar a Belo Horizonte e convidei o diretor do Cipfani, Paulo Baraky Werner para realizar uma busca mais completa. No dia 2 de fevereiro saímos de BH com destino a Januária. Na bagagem todo o equipamento necessário para uma busca em mata fechada.

Na cidade, a equipe de reportagem do jornal local “A HORA”, assessorada pela redatora chefe, Luciana Alkmin, juntou-se a equipe na expedição ao local da suposta queda.

Arnaldo Eloi de Oliveira

Arnaldo Eloi de Oliveira

Depois de algum tempo na mata fechada, com dois grupos, liderados por ambos os ufólogos, um dos funcionários do clube de pesca encontrou próximo a uma grande árvore quebrada um placa de metal. A mesma parecia ter saído da fábrica, pois estava reluzente. Mesmo orientando a todos que não tocassem em nada que fosse encontrado, Arnaldo Eloi, o mesmo que viu o OVNI segurava em suas mãos o objeto. E logo após encerramos as buscas. Havia muitas árvores quebradas, mas concluímos que por motivos naturais. Uma evidência mais contundente de uma queda não foi encontrado.

Chegando em Januária, Paulo Baraky Werner voltou com a placa para a capital. Fiquei em Januária coletando outros relatos em vídeos (em breve disponíveis no canal da OVNI PESQUISA).

UMA PLACA E UM SEGREDO

A placa foi analisada nos laboratórios da CBMM, em Araxá, MG. E os resultados foram de que se trata de uma peça de cobre, com traços de Estanho, Potássio, Ferro e Níquel. Pesando 127,75012 gramas e medindo 14,6 x 8,9 cm. Não havia traços de radioatividade. Foram realizadas análises por espectroscopia de raios X e absorção atômica. A análise completa você encontra no CD-ROM “Os Invasores – Cipfani” (pág 5).

As considerações que temos é de que a observação do OVNI possui grandes chances de ter acontecido, visto o detalhamento dos relatos. A placa segue em paralelo, podendo não ter qualquer relação com o possível OVNI.

Várias tentativas para decifrar os 6 símbolos não tiveram qualquer êxito.

17 dez 2018

Papai Noel chega de trenzinho da alegria na Santa Casa BH

Arquivado em Cidade, Comportamento, saúde, SUS
Divulgação/Google

Divulgação/Google

As crianças em tratamento na Santa Casa BH (SCBH) receberão a visita especial do Papai Noel, no dia 20 de dezembro (quinta-feira), a partir das 14 horas. Neste ano, a novidade é como ele chegará ao hospital: de trenzinho da alegria e acompanhado dos super-heróis da Liga da Justiça. Após um breve passeio em torno da Santa Casa BH e do Hospital São Lucas, o bom velhinho chegará à Portaria Central da SCBH e subirá para a Unidade Pediátrica (3º andar) para distribuir presentes e muitos abraços para as 120 crianças em tratamento na instituição.

Confira o trajeto do trenzinho da alegria: saída da portaria do Pronto Atendimento Adulto do Hospital São Lucas (Rua dos Otoni), passando pela Rua Ceará, Avenida Francisco Sales, retorno da Avenida Francisco Sales, Rua Ceará, Rua Álvares Maciel, Rua Piauí, Rua Padre Marinho, Avenida Brasil e Avenida Francisco Sales, chegando na portaria principal da SCBH.

Anote!

Festa de Natal da Pediatria| 20 de dezembro (quinta-feira) | 14 horas

Santa Casa BH (Avenida Francisco Sales, nº 1.111 – Santa Efigênia).

Página 5 de 261 ...123456789... 26Próximo