22 jan 2019

Santa Casa de BH realiza seu primeiro transplante de coração

Arquivado em Uncategorized
Sr. José Valter ao lado da equipe médica

Sr. José Valter ao lado da equipe médica

No ano em que completa 120 anos de existência, a Santa Casa BH realizou seu primeiro transplante de coração. A cirurgia ocorreu neste mês de janeiro. José Valter Ferreira Nascimento, de 64 anos, lutava contra a doença de chagas desde 2015.

Morador de Belo Horizonte desde 1973, nos últimos anos – por conta do tratamento, José dividiu seu tempo entre a capital e Felixlândia (onde possui um sítio). Natural do município de Catuji, norte de Minas, ele explica que, desde 2015 – quando foi diagnosticado, praticamente não tinha mais qualidade de vida. “A família acaba adoecendo junto, porque a gente não tem condições de fazer mais nada sozinho. Não estava conseguindo nem conversar, como estou fazendo agora”, explica.

Em dezembro de 2018, os medicamentos que José Valter tomava para controlar a doença deixaram de responder adequadamente, e no dia 25 ele foi internado na Santa Casa BH. O paciente apresentou piora do quadro clínico e foi transferido para o CTI em 30/12. O tão aguardado coração veio em janeiro e o transplante foi realizado pelas equipes dos cirurgiões cardiovasculares Dra. Carla de Oliveira e Dr. Marcelo Frederique de Castro, e do cardiologista Dr. Sílvio Amadeu Andrade.

Com a saúde restabelecida, José Valter comemora a nova fase de sua vida. “Sou muito grato a Deus, à equipe médica e à Santa Casa. Também agradeço à família que autorizou a doação dos órgãos. Estava sem esperanças e esse gesto me devolveu a vida”, enfatiza.

No dia 21 de maio, a Santa Casa BH – maior hospital filantrópico de Minas Gerais e primeiro de Belo Horizonte completa 120 anos, o que torna a realização do primeiro transplante cardíaco da história da instituição ainda mais especial. “Isso é muito importante para os pacientes e para as equipes que trabalharam com tanto afinco, para que tudo estivesse pronto no momento exato. Esse foi o primeiro de muitos transplantes de coração bem sucedidos que faremos”, comemora o Dr. Guilherme Riccio, diretor de Assistência à Saúde do Grupo Santa Casa BH.

Por Assessoria Santa Casa

16 jan 2019

Santa Casa de BH oferece curso de Cuidados de Enfermagem com Sondas e Cateteres

Arquivado em Comportamento, cursos, saúde
Google

Google

A Santa Casa BH Ensino e Pesquisa realiza, nos dias 22, 30 e 31 de janeiro, o curso de Cuidados de Enfermagem com Sondas e Cateteres. A capacitação visa instruir sobre os tipos de sondas, drenos e cateteres, suas indicações, formas de manuseio e troca de curativos. Também aborda os cuidados gerais e específicos para prevenção de eventos adversos infecciosos e não infecciosos. O investimento é de R$ 110. Inscrições: www.santacasabh.org.br/ver/iep. Informações: (31) 3238-8601 / 3238-8672.

09 jan 2019

Santa Casa de BH: Hospital pioneiro na capacitação de funcionários na língua brasileira de sinais

Arquivado em Cidade, Comportamento, cursos, saúde

sinaisO maior hospital filantrópico de Minas Gerais deu mais um passo importante no acolhimento às pessoas com deficiência (PCDs). Para estimular a educação inclusiva, a instituição iniciou a primeira turma do curso de Libras – Língua Brasileira de Sinais – para seus funcionários. A iniciativa pioneira foi possível graças à apro­vação de um projeto no Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência (PRONAS/ PCD) em 2017. Com duração de 60 horas, a capa­citação tem o objetivo de preparar os profissionais, ampliar as possibilidades de inclusão de PCDs e criar ambientes acessíveis.

A primeira turma – formada por 30 alunos das áreas assistenciais e de atendimento ao público – se encerra no dia 16/01. As aulas são ministradas pelo professor Marlon Loureiro Ulhoa, da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis), nas terças e quartas-feiras, das 14 às 18 horas. Em 2019, serão ofere­cidas mais seis turmas, capacitando 180 alunos. Deste total, 70 são funcionários da Prefeitura de Belo Horizonte.

De acordo com a superintendente de Recursos Humanos da instituição, Clarinda Maria de Macedo, o curso está indo além do cumprimento da legislação: “percebemos o interesse dos participantes em aprender e multiplicar esse conhecimento, permitindo que mais profissionais olhem para as pessoas com deficiência de forma igualitária, inclusiva e sem preconceito. Com isso, a Santa Casa BH também cumpre o seu papel de humanização”.

Página 1 de 9123456789