17 jan 2019

Muro do Caso ET de Varginha vai virar tela de cinema e de jogos

Arquivado em Cidade, Comportamento, Ufologia

et

O próximo domingo, dia 20 de janeiro, o Caso ET de Varginha completa 23 anos. Com o intuito de celebrar a data de forma educativa e inusitada, o festival de cidadania Virada Varginha vai transformar o muro do terreno onde teria acontecido a aparição, em uma tela de cinema e para um game virtual sobre o extraterrestre.

O evento, com entrada gratuita e para todas as idades, foi planejado para agregar atrações ao lançamento oficial do filme sobre a edição de 2018 da Virada Varginha, uma vez que a astronomia e a ufologia sempre foram destaques entre as atividades do festival. “Não entramos na esfera da crença do varginhense sobre a veracidade do caso. Temos ciência do misto entre ceticismo e vergonha que envolve o tema, porém é impossível apagar o vínculo entre o ET e a história de Varginha. Nos resta então, utilizá-lo a nosso favor como um instrumento de educação, cidadania e cultura”, explica Diego Gazola, um dos mobilizadores da Virada Varginha.

No início da noite, às 18h45, ciclistas, corredores e caminhantes se concentrarão embaixo da Nave do ET, no centro da cidade, e seguirão rumo ao Muro do Caso. O trajeto escolhido para este passeio terá cerca de quatro quilômetros e será mais uma oportunidade para conhecer e descobrir o potencial da linha férrea como uma via para deslocamentos não motorizados.

Para os que optarem por chegar ao local mais tarde e de forma independente, a partir das 20h será acionada a iluminação cênica, a tela de cinema e a de jogos. O evento será animado pelo DJ Val d’Lucca e no decorrer da programação será fomentada uma roda de debate sobre o Caso ET de Varginha. Durante as atrações será distribuída pipoca para o público.

Programação Completa

Documentário Caso Varginha Minuto a Minuto do Canal João Marcelo; trailer do desenho animado Bugigangue no Espaço, que conta com a participação do ET de Varginha; reportagens históricas de TV sobre o Caso; trecho do filme E.T. O Extraterrestre; e o lançamento do filme sobre a Virada Varginha 2018. Em paralelo, haverá outra tela projetada no muro para se jogar o game virtual ET Adventure 3D.

O terreno, desconhecido pela maioria dos varginhenses, está localizado na rua Benevenuto Braz Vieira, 30, no bairro Jardim Andere, entre as ruas Silvianópolis e Belo Horizonte, a menos de 600 metros do bar Pinga com Torresmo.

Sobre a Virada Varginha 2018

Planejada para mobilizar a população em torno de causas de interesse coletivo, entre os dias 16 e 18 de agosto a Virada Varginha fomentou o debate sobre um novo uso como via não motorizada para a antiga linha férrea. O festival atraiu a sociedade para, literalmente, andar na linha por meio de dezenas de atrações culturais, esportivas e artísticas ao longo dos cerca de 9 quilômetros, entre a Vila Paiva e as margens do rio Verde no bairro Damasco. O trecho urbano da via foi usado durante anos para o transporte de pessoas e cargas e, desde que foi desativada como ferrovia, a região sofre um continuado processo de deterioração.

A Virada Varginha é um festival de cidadania que estimula o uso dos espaços públicos por meio de ações divertidas e, ao mesmo tempo, educativas. O evento, sem fins lucrativos, é mobilizado pela Muda de Ideia e Sakey Comunicação, alinhado com o Fórum Varginha 2050. Em 2018 contou com a parceria estratégica do Sebrae, e com a viabilização pela Pedreira Santo Antônio e Grupo Unis. Recebeu ainda apoio do Moinho Sul Mineiro, da Associação Feminina de Assistência Social (AFAS-Varginha) e da RN.

Mais informações no site www.viradavarginha.com.br e nas mídias sociais Facebook e Instagram.

15 ago 2018

Mistérios da Ufologia e da Astronomia integram a programação da Virada Varginha 2018

Arquivado em Cidade, Comportamento, Ufologia

imagem_release_1388963

Há vinte e dois anos Varginha ficou conhecida mundialmente. Desde o Caso ET a cidade passou a ser rota de estudiosos e aficionados por Ufologia e Astronomia que viajam até o Sul de Minas a procura de respostas sobre o fato. Durante a Virada, o assunto também será tema de várias ações abertas ao público que quiser aprender um pouco mais sobre o caso e sobre os mistérios e curiosidades do céu da região.

Durante os dias do evento dois telescópios vão circular por alguns pontos da cidade, para que o público possa observar o sol, a lua e alguns planetas. Os equipamentos vão ser disponibilizados pelo Observatório Vaz Tolentino, de Belo Horizonte, em parceria com o Instituto de Pesquisa, Educação e Extensão em Arte Educação e Tecnologias Sustentáveis– IPEARTES e SEDUCE-GO além do Observatório Centauro de Cambuquira. Os astrônomos João Marcos de Almeida Pinto e Raoni Vilhena vão acompanhar os observadores para responder perguntas sobre o tema.

A Ufologia e Astronomia integram ainda a programação dos Cinemas de Rua. Na sexta no Parque Rinaldi 2 e o sábado no Carvalhos será exibido o desenho animado BugiGangue no Espaço, uma animação 3D intergalática que conta com a participação especial do personagem ET de Varginha. Já na plataforma da Estação Ferroviária, a exibição de vários documentários e reportagens sobre o Caso ET de Varginha e um debate com ufólogos será a oportunidade para quem quiser aprofundar no assunto.

A Virada Varginha é um festival de cultura e promoção de conhecimento, por isso o céu e seus mistérios não poderia ficar de fora da programação. O coordenador-geral do festival, Diego Gazola observa que, embora o Caso ET tenha projetado a cidade para o mundo, poucas pessoas conhecem a fundo a história e o que é Ufologia e Astronomia. “Percebo na cidade, entre os moradores, um curiosidade grande sobre o Caso ET, mas com poucas chances de discutir o fato de forma séria e informativa, por isso estamos trazendo a temática para a Virada. Queremos também que as pessoas tenham a chance de olhar para o céu de uma maneira diferente ampliando consciência e conhecimento”, destaca.

ONDE PROCURAR:

Na quinta (17): os observatórios estarão montados das 11 h às 13 h, no Calçadão da Wenceslau Braz.

Na sexta (18): os observatórios estarão montados das 11 h às 13 h, na Praça Getúlio Vargas; e das 19 h às 22 h, ao lado do Memorial do ET, na Vila Paiva.

No sábado (18): na arquibancada do Estádio 7 de Setembro, na rua Paraná, das 19h às 22h.

A programação completa da Virada Varginha 2018, está disponível no site www.viradavarginha.com.br

08 ago 2016

Ufólogo diz que a verdade sobre a presença de alienígenas está próxima

IMG_5846

Marco Antônio petit, ufólogo, coeditor da revista UFO  e membro fundador da Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU), por meio do Fórum Permanente para Estudos de Fenômenos Transcedentes de Minas Gerais (FOTRANS), esteve em Belo Horizonte para uma palestra sobre a nova edição do livro “Varginha: Toda Verdade Revelada”, um dos mais importantes casos ufológicos do mundo ocorrido no sul de Minas Gerais. A obra revela de forma detalhada como o Inquérito Policial Militar (IPM) conduzido por autoridades na época acobertou fatos sobre o caso para que eles não fossem levados a público.

O auditório da Universidade FUMEC ficou lotado de pessoas interessadas em objetos não identificados. Marcaram presença também o presidente da Associação Mineira de Imprensa, Wilson Miranda; o jornalista Cesar Vanucci (irmão do saudoso Augusto César Vanucci, autor, diretor da TV Globo e criador de vários programas de televisão com temática espiritualista); e a delegada geral de polícia Elaine Matozinhos.

Petit analisou 6 mil páginas de inquérito policial já liberados. Ele aponta erros grotescos no processo;  mostra imagens de documentos oficiais da época; cita nomes de militares envolvidos no acobertamento do caso; denuncia manobras dentro do Exército para “provar” que o ET de Varginha seria o Mudinho, um morador de Varginha com deficiência e dificuldades de locomoção; revela contradições de datas que teria ocorrido o fato; conta como a vida das testemunhas foram devastadas após a revelação do caso; revela que o governo dos Estados Unidos alertou sobre a queda de um objeto em território brasileiro. Enfim, são vários aspectos do caso ainda desconhecidos do grande público. Veja a entrevista exclusiva com Maco Antônio Petit.

FORÇA AÉREA BRASILEIRA LIBERA DOCUMENTOS SECRETOS

defesa civil 2013

Brasília, 18/04/2013 – Membros da Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU) e representantes das Forças Armadas reuniram-se no Ministério da Defesa (MD), para tratar do acesso a documentos militares que tratam de relatos envolvendo OVNIs.

Um participante, que prefere não ser identificado, registrou imagens impressionantes de supostos OVINs na região próxima à Cidade Administrativa de Minas Gerais. Ele procurou a Aeronáutica e registrou a ocorrência. Segundo o rapaz, a AER notificou prontamente o recebimento do vídeo por meio de um e-mail.

Desde o início de fevereiro de 2015, a Força Aérea Brasileira libera, conforme a lei, mais uma pequena remessa de documentos relacionados às ocorrências de Objetos Voadores Não Identificados (OVNIs) no espaço aéreo brasileiro. Estes documentos incluem resumos estatísticos com abrangência aos anos de 1954 e 2005, e ocorrências relativamente recentes, registradas em 2014.

Os arquivos ainda não estão digitalizados, mas podem ser consultados no Arquivo Nacional ( código de referência BR AN,BSB ARX, sob o título “Objeto Voador Não Identificado/OVNI. A portaria n. 551/GC3, de 9 de agosto de 2010, do comandante da Aeronáutica, publicada no Diário Oficial da União, n. 152, Seção 1, p. 101, em 10 de agosto de 2010, dispôs sobre o registro e o trâmite de assuntos relacionados a objetos voadores não identificados.

Veja o vídeo que o ufólogo Marco Antônio Petit fala sobre relatos de contatos alienígenas na Amazônia, a postura do Ministério da Defesa que tem até 2021 para liberar documentos considerados confidenciais sobre objetos não identificados, vida primitiva em Marte, Operação Prato e revelações que podem mudar alguns paradigmas da humanidade.

Aeronáutica

 

Página 1 de 212