13 mar 2019

Vídeo caseiro pode auxiliar especialistas a diagnosticar autismo, segundo pesquisa

autismoUma pesquisa publicada no Plos Medicine (https://journals.plos.org/plosmedicine/article?id=10.1371/journal.pmed.1002705) apontou que vídeos caseiros das crianças podem auxiliar consideravelmente na elaboração do diagnóstico de transtorno do espectro autista (TEA), inclusive melhorando o prognóstico, principalmente em caso de reconhecimento precoce dos sintomas de TEA. A efetividade da análise e a sua praticidade podem ser uma alternativa muito interessante para adiantar o início do tratamento.

A pesquisa segue a premissa de que as crianças, ao serem colocadas num ambiente estranho, vão, naturalmente, agir de maneira distinta do seu costume, o que pode interferir na avaliação clínica. No entanto, durante a pesquisa, ao mostrar para especialistas vídeos caseiros das crianças em seu ambiente familiar, a precisão do diagnóstico dos profissionais envolvidos foi de até 80%.

Outra grande vantagem da gravação caseira é a possibilidade da análise das imagens ser feita pelos mais diversos profissionais, servindo de recurso para o estabelecimento de uma avaliação construída em equipe. De acordo com a idealizadora do Espaço Nardin, a psiquiatra Emmanuely De-Nardin, a possibilidade dos diferentes profissionais envolvidos no tratamento compartilharem suas observações e avaliações das imagens contribui para a formulação de uma hipótese diagnóstica e a construção de um plano terapêutico mais adequados. “Sabemos hoje que alcançamos melhores resultados clínicos com pacientes autistas quão mais precoces forem as intervenções, que devem envolver uma boa articulação entre uma equipe multidisciplinar. Os vídeos caseiros podem ser um potencial recurso para auxiliar na identificação precoce do quadro e na atuação dos profissionais envolvidos. No entanto, é importante ressaltar que eles são um recurso adicional e de nenhuma maneira substituem as consultas presenciais” afirma De-Nardin.

A descoberta é importante principalmente devido à possibilidade de agilizar o processo da comprovação do diagnóstico, tendo em vista que o tratamento é mais efetivo quando começado cedo. “Cabe a nós também trabalhar para que os diversos atores sociais que convivem com as crianças, como os pais, cuidadores e professores estejam informados sobre os sinais clínicos mais precoces, de modo que as imagens possam ser levadas até uma equipe clínica capacitada da forma mais breve possível”, esclarece Emmanuely.

O tratamento formulado para cada paciente

Apesar de ser um indicativo importante, o diagnóstico preciso só pode ser dado com uma avaliação presencial. “O autismo é um transtorno de amplo espectro. Crianças com o mesmo diagnóstico podem necessitar de tratamentos completamente diferentes e as particularidades de cada paciente devem ser respeitadas para a construção de um plano terapêutico”. No Espaço Nardin, por exemplo, avaliamos cada paciente em suas necessidades específicas para aquele momento, junto com as famílias e as escolas”, enfatiza Maria Helena De-Nardin, psicopedagoga e diretora clínica do Espaço Nardin.

29 nov 2017

Vídeo revela terror em granja de porcos no Brasil

porquinho

Por: A PIPA

PETIÇÃO: junte-se à Mercy For Animals pedindo ao Grupo Pão de Açúcar que pare de comprar de fornecedores inescrupulosos que confinam animais em celas ou gaiolas e que realizam mutilações dolorosas nos corpos de porquinhos recém-nascidos.

Impactantes imagens gravadas dentro de uma granja de porcos cooperada da Aurora mostram a agonia de porquinhos no momento em que funcionários serram seus dentes, cortam seus rabos e pedaços de suas orelhas, sem qualquer anestesia. O sofrimento de suas mães também é inimaginável. Elas vivem presas em minúsculas celas de gestação, num espaço tão pequeno que elas não podem sequer se virar de lado. Os produtos da Aurora são vendidos nos supermercados do Grupo Pão de Açúcar (Extra, Pão de Açúcar e Assaí Atacadista).

Se você também se preocupa com os animais e não quer que eles sofram, provavelmente você também sabe que porcos e outros animais têm a mesma capacidade de sofrer que os animais com os quais estamos habituados em nossas casas, como cães e gatos. O que a Mercy For Animals descobriu em uma granja de porcos cooperada da Aurora no Brasil vai te deixar chocado.

Porquinhos com poucos dias de nascidos vivenciam a agonia e o desespero enquanto humanos cruéis serram seus dentes, cortam seus rabos e pedaços de suas orelhas, sem usar qualquer tipo de anestesia. A poucos metros estão as suas mães, que são tratadas como meras máquinas produtoras de carne, presas em minúsculas celas de gestação minúsculas, pouco maiores que seus próprios corpos, onde não podem sequer virar de lado. Esses animais incrivelmente inteligentes e sociais ficam tão estressados, submetidos a esta experiência de terror, que passam quase o tempo todo mordendo suas celas – um sinal alarmante de que estão enlouquecendo.

09 jun 2017

Emocionante: veja a reação de uma idosa com Alzheimer ao se ver no espelho

Arquivado em Comportamento, Idoso, idosos, saúde

idosa

Um vídeo emocionante mostra uma linda idosa com Alzheimer encantada com a própria imagem refletida no espelho. É difícil segurar as emoções!!!

Alzheimer é uma doença incurável que se agrava ao longo do tempo, mas pode e deve ser tratada. A maioria das pessoas tem idade avançada, talvez, por isso, a doença seja erroneamente conhecida como “esclerose” ou “caduquice”.

A Associação Brasileira de Alzheimer esclarece que a doença se apresenta como demência, ou perda de funções cognitivas (memória, orientação, atenção e linguagem), causada pela morte de células cerebrais. Quando diagnosticada no início, é possível retardar o seu avanço e ter mais controle sobre os sintomas, garantindo melhor qualidade de vida ao paciente e à família.

Página 1 de 41234