Facebook Twitter Youtube Google+ Image Map
02 fev 2016

Veterinário é impedido pelo CRMV de cuidar gratuitamente de animais em São Paulo

Arquivado em Cidade, Direito Animal
veterinario2

Reprodução/Facebook

O veterinário Ricardo Fehr, 39 anos, começou no último (23/01) a realizar o sonho de ajudar animais cujos donos não podem pagar por consultas. A ação voluntária, que reúne a família dele em sua clínica veterinária, iniciou o atendimento de cães e gatos gratuitamente na cidade de São Carlos, em São Paulo.

Para divulgar a ação para o maior número de pessoas possível, ele decidiu fazer um vídeo e publicar em seu perfil do Facebook. A postagem foi compartilhada e chegou a mais de 2 milhões de visualizações.

Só que a repercussão foi tanta que o veterinário recebeu a visita de um fiscal do Conselho de Medicina Veterinária de São Paulo. A instituição considerou que a iniciativa não é de “utilidade pública” e que fere o código de ética da categoria.

Este é o Artigo citado pelo CRMV:

Art. 21. Ao médico veterinário não é permitida a prestação de serviços gratuitos ou por preços abaixo dos usualmente praticados, exceto em caso de pesquisa, ensino ou de utilidade pública.

Parágrafo único. Casos excepcionais ao caput deste artigo deverão ser comunicados ao CRMV da jurisdição competente.

O veterinário filmou o momento que ele foi notificado pela fiscal do CRMV. Ele fez um desabafo nas redes sociais. Confira:

DESCUPEM ESSE DESABAFO !!INFELIZMENTE , NAO PODEREI MAIS REALIZAR OS ATENDIMENTOS GRATUITOS AOS SÁBADOS , POR ENTENDEREM QUE ESSE TIPO DE SERVIÇO NÃO É DE UTILIDADE PÚBLICA, PEÇO QUE ASSISTAM O VÍDEO DO MOMENTO EM QUE A FISCAL TENTA EXPLICAR PARA MEU ADVOGADO, O PORQUE DE EU NÃO PODER AJUDAR AS PESSOAS, COM O MEU DINHEIRO, E COM MEU TEMPO !! SE VOCÊ ACHA QUE ESSE TIPO DE SERVIÇO É DE UTILIDADE PÚBLICA, PEÇO QUE ASSISTA , CURTA E COMPARTILHE , VAMOS FAZER ESSE VÍDEO VIRAR UM ABAIXO ASSINADO DE TODOS QUE ACHAM QUE ESSE É UM SERVIÇO DE UTILIDADE PÚBLICA , VAMOS CONTINUAR LUTANDO POR UM MUNDO MELHOR PARA OS ANIMAIS CARENTES !!!NO PAIS DA CORRUPÇÃO AJUDAR O PRÓXIMO É PROIBIDO!!!!

Publicado por Ricardo Fehr Camargo em Segunda, 1 de fevereiro de 2016

  • Kiyomi Seki

    Em 02.02.2016

    Pois é, na cidade de São Paulo existem 2 (dois) hospitais veterinários que atendem os animais cujos donos passam por triagens e comprovam que não podem pagar consultas e tratamentos , são atendidos!!
    Porque é que o colega aos sábados (sábados e não a semana toda) atendem as pessoas carentes, pelo que consta são também feitos as triagens não podem ser atendidos???? Não é de utilidade pública??
    Gostaria que me explicassem o que é Utilidade Publica??

  • PAULO ROBERTO NOGUEIRA RIBEIRO

    Em 02.02.2016

    lamentavelmente o cartel veterinário funcionando mais uma vez, impedindo que pessoas conscientes de sua responsabilidade social, prestem serviços que deveriam ser do Estado, mas que infelizmente inexistem,e o conselho, nada faz para cobrar das autoridades, porque isto representa um excelente BOTIM, para seus afiliados.
    Infelizmente isto é Brasil.

  • Gerson Marcos Teixeira

    Em 02.02.2016

    Neste pais quando uma pessoa (HONESTA), resolve dar de si um pouco em prol da menos favorecidos, no casso um DR. em VETERINARIA, é impedido. Isto é um absurdo, ate País da Corrupção. Vamos unir em prol desse veterinario e dar-lhe o direito de exercer a Medicina Veterinária em prol dos mais umildes.

  • wander

    Em 02.02.2016

    certamente algum veterinário ligado a CRMV é dono de alguma “ong” e não ficou nada feliz em ter “concorrência”. a diferença é que o Ricardo faz por amor.

  • Dilminha Mulher Sapiens

    Em 02.02.2016

    ESSE MIMIMI EMQ UALQUER ASSUNTO COM BICHO É UM SACO
    BICHO DE ESTIMACAO VIROU RELIGIAO.
    BICHO BOM É NO CHURRASCO!

  • John

    Em 02.02.2016

    Dilminha Mulher Sapiens essa ai nem com farofa desce! Cresce o ser preconceituoso, se tem um filho(a) tenho dó dele(a) e caso não tenha, faça um favor ao mundo não tenha. Aliás alguém obrigou a ler a reportagem? Se não gosta não gosta pronto ninguém que sua opinião cheia de ódio e raiva. Há aproveito para dar uma dica, vai procurar uma religião.

  • alexandre

    Em 02.02.2016

    Amanhã mutirão solidariedade geral pode ser ?
    Vc de qualquer profissão trabalhe por amor e de graça!
    Mas sem olhar a quem tá?
    Vamos lá arquitetos..engenheiros..programadores. .diaristas. ..médicos. ..dentistas..advogados. estilistas. ..designers. ..mecânicos. artistas…gerentes …vendedores de avon e jequiti . ..lojistas…motoristas. ..fotógrafos. …

    Pode ser? Não ?
    Uai….num intindi. ….

    Só alguns podem ? Ou devem aos aos olhos corrompidos e vesgos da sociedade civil? ?

    Só pensando como deve ser ruim se alguém te achar ruim por não ajudar né?
    Tadinho…

    ‪#‎ironiamodeontotal‬
    By Sérgio Lobato

  • Maria Lucia de Souza

    Em 02.02.2016

    No país da lei de Gerson, onde corrupção e roubalheira demarcam castas, ajuda ao proximo soa como
    excentricidade ou contravenção. Até as normas são corruptas!!!!! Que pessoas como esse Veterinário
    se multipliquem e se espalhem, dando o exemplo de dignidade que deveria orientar uma nação com pretenções de civilidade.

  • LEA CAMPOS

    Em 02.02.2016

    UTILIDADE PUBLICA E TUDO QUE AJUDA AOS QUE PRECISAM. NESTE CASO OS ANIMAIS, QUE SAO TRATADOS E VACINADOS. AO SEREM TRATADOS GRATUITAMENTE OS MERCENARIOS PERDEM A CHANCE DE GANHAR DINHEIRO, PROVOCANDO ATE A MORTE DE ALGUNS BICHINHOS. NOSSO PAIS NAO TEM MAIS JEITO.

  • Régis – BH/MG

    Em 02.02.2016

    Talvez seja a hora de algum advogado amante dos animais tentar ajuizar alguma ação civil pública, talvez com o auxílio do Ministério Público. Pra mim isso aparenta crime contra a vida, no caso, em relação aos animais. Proibir atendimento deveria ser considerado crime inafiançável, e nesse caso, passível de destituição de todos os membros do conselho, intervenção estatal para reestruturação do tal código de ética. VERGONHOSO E NOJENTO!

  • fatima de lucia esbrile

    Em 02.02.2016

    Bom Dia,
    mais um absurdo que só acontece neste nosso Brasil, querem cuidar dos animais necessitados e não deixam,Vou contar o que aconteceu na minha cidade, comigo, Bilu foi abandonado por um vizinho, colocado na rua sem pouso, nem comida ou água, comecei a tratar do animal, que me olhava do outro lado da calçada cada vez que saia da minha casa. Como já trato de outros, comecei a cuidar do Bilu, comprei uma casainha, e coloquei na minha calçada, sem atrapalhar o tráfego, pois tenho um pastor Belga, e fiquei com medo deles não se darem, sou uma idosa de 62anos, pois a ZOOnose da minha cidade quis me multar na quantia de R$ 738,00, por estar cuidando do cachorro abandonado, não é um absurdo. Fim da estória
    , hoje Bilu mora comigo e com Thor, é o meu grande companheiro.

  • Adriana Santos

    Em 02.02.2016

    Ei Fátima, parabéns pela iniciativa. A generosidade deve estar em primeiro lugar. 😊 Aforei conhecer a sua história. Volte sempre.

  • Katia

    Em 02.02.2016

    Utilidade pública, pra esse conselho, deve ser deixar animais morrendo à míngua nas ruas. Deve ser deixar os bichinhos doentes, com risco de contaminação para outros animais, porque os donos não podem pagar um tratamento.

  • Ediana

    Em 02.02.2016

    Realmente a Kátia está certa. Não dão condições nem para as pessoas e muito menos para animais. Esse médico tem amor no que faz. O conselho deviria apoiá-lo e ajudá-lo e não ficar criticando. Por isso que o Brasil está como está…..

Você deve estar logado para comentar.